é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 23 de julho de 2020 às 11h59

Sem jogar há 13 meses, Ernando quer usar Baianão para recuperar ritmo

Zagueiro é uma das opções de Roger para o Estadual

Victor de Freitas

2020-07-23-11-55_capaernando21
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Ernando é o jogador do elenco do Bahia com o maior tempo de ausência em jogos oficiais. Sem atuar desde junho de 2019, o zagueiro até foi relacionado para partidas na reta final do ano passado e no início de 2020, mas não chegou a ser escolhido por Roger para entrar em campo.

Com contrato renovado no fim do ano passado mesmo com um longo período de inatividade, o zagueiro, enfim, ganha a oportunidade de mostrar seu futebol para tentar recuperar o espaço perdido por conta da lesão no joelho.

Antes de se lesionar, Ernando vivia uma longa sequência de jogos como titular – com 27 partidas e três gols marcados apenas no primeiro semestre de 2019. Seu último jogo aconteceu no dia 08 de junho do ano passado. Portanto, soma 412 dias sem jogar.

Um dos mais experientes do grupo que disputará o Campeonato Baiano a partir dessa quinta (23), Ernando espera aproveitar o Estadual para recuperar o ritmo e, possivelmente, o espaço no elenco.

“Muito tempo sem jogar. Os treinamentos a gente pega um ritmo, mas o jogo é totalmente diferente. No jogo é que você vê realmente como está a questão física e técnica. Estamos fazendo bons treinamentos, bons coletivos, tanto o time que disputará a Copa do Nordeste quanto o time que disputará o Campeonato Baiano. A galera está bem preparada, a comissão técnica teve muito êxito na parte dos treinos. Agora chegou o momento bom, o momento gostoso, que é estar dentro de campo”, afirma o jogador.

“Estou preparado, apesar de estar há um bom tempo inativo. Essa pausa por causa da pandemia serviu para aprimorar a questão física, a parte técnica também. Foi fundamental os trabalhos que a comissão técnica passou no período que a gente estava em casa, para a gente ficar ativo e chegar no treinamento com bola sem perde tanto. Foi o que aconteceu, todos voltaram muito bem. Comigo não foi diferente. Agora com essa sequência de jogos que teremos na Copa do Nordeste e Campeonato baiano, temos que estar preparados para representar bem o Bahia”, completou.

Ajudar atletas mais jovens a evoluírem

“Tem muitos jogadores jovens que subiram para ajudar nesse período que teremos muitos jogos. Atletas de muita qualidade, que terão um futuro brilhante. A gente procura orientar, posicionar. O pessoal mais da parte de trás, Ignácio, Yuri, a gente orienta bastante. Certeza que lá na frente o Fernandão e o Gilberto fazem o mesmo com Caíque e Saldanha. A gente dá todo respaldo para essa garotada, para que eles tenham confiança. É difícil chegar no profissional, você chega meio tímido. Mas o treinador vem conversando com todos, e a gente, que é mais experiente, da total liberdade par que eles façam bons treinos e possam jogar calmos para mostrar o melhor futebol deles”.

Com Ernando na zaga, a dúvida fica sobre o seu companheiro no setor defensivo para a partida dessa quinta-feira (23). Wanderson e Ignácio são as principais opções de Roger Machado.

Atlético de Alagoinhas e Bahia vão se enfrentar às 16h, em Pituaçu.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.