é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | História

Publicada em 20 de novembro de 2019 às 09h19

Roger Machado receberá honrarias na Câmara Municipal de Salvador

Treinador foi escolhido para receber título de cidadão soteropolitano e Medalha Zumbi dos Palmares

Victor de Freitas

2019-05-27-11-46_caparogermachado43
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Treinador do Bahia desde o mês de abril, Roger Machado se mostrou engajado nas pautas sociais defendidas pelo Bahia ao longo de 2019. Por suas declarações sobre a luta contra o racismo, no jogo diante do Fluminense, o técnico tricolor foi escolhido pela Câmara Municipal de Salvador para receber duas honrarias.

Roger Machado receberá o título de cidadão soteropolitano e também a Medalha Zumbi dos Palmares – esta que é uma homenagem concedida a pessoas, grupos ou entidades que se destacam na luta contra o preconceito racial ou intolerância religiosa.

As propostas protocoladas foram pelo vereador Geraldo Júnior (SD), com justificativa baseada no discurso feito pelo treinador depois do duelo diante do Fluminense, em jogo que marcou o encontro entre os únicos técnicos negros da Série A – Roger e Marcão.

Ainda não há data definida para as homenagens ao técnico na Câmara Municipal.

Em entrevista coletiva após a partida contra o Fluminense, no dia 12 de outubro, Roger chamou atenção do público para o preconceito racial dentro do esporte e ganhou destaque na mídia nacional.

“A gente precisa falar sobre isso. Precisamos sair da fase da negação. Nós negamos. “Ah, não fala sobre isso”. Porque não existe racismo no Brasil em cima do mito da democracia racial. Negar e silenciar é confirmar o racismo. Minha posição como negro na elite do futebol, é para confirmar isso. O maior preconceito que eu senti não foi de injúria. Eu sinto que há racismo quando eu vou no restaurante e só tem eu de negro. Na faculdade que eu fiz, só tinha eu de negro. Isso é a prova para mim. Mas, mesmo assim, rapidamente, quando a gente fala isso, ainda tentam dizer: “Não há racismo, está vendo? Vocês está aqui”. Não, eu sou a prova de que há racismo porque eu estou aqui”, falou o técnico, na época.

20 de novembro é o dia da Consciência Negra.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.