é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 13 de junho de 2019 às 00h47

Roger avalia atuação tricolor e fala sobre polêmica do VAR

Treinador disse ter se sentido "constrangido" em coletiva após gol validado pela arbitragem de vídeo

Victor de Freitas

2019-06-13-00-42_caparogermachado33
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Nesta última quarta-feira (12), o Bahia perdeu para o Internacional por 3 a 1. Após a partida, o técnico Roger Machado concedeu entrevista coletiva para analisar os 90 minutos disputados no Beira-Rio.

Como não poderia deixar de ser, Roger Machado também foi perguntado sobre como ele avalia a polêmica envolvendo o primeiro gol do Internacional, validado exclusivamente pela arbitragem de vídeo.

Apesar de admitir chateação pelo erro da equipe do VAR logo no primeiro gol, Roger também citou o que viu de bom em sua equipe durante o jogo, mesmo com os desfalques.

"Não gostaria de falar sobre a arbitragem, mas é impossível falar do jogo sem iniciar do jogo sem esse lance polêmico e possivelmente irregular. Até aquele momento, a gente estava bem, as melhores oportunidades eram nossas, chegando lateralmente e acessando com cruzamentos, tivemos oportunidades. Conseguimos sobrepor a marcação alta do Internacional, sem tanta velocidade já que não tínhamos Artur e Élber. Depois do gol gerou instabilidade e no segundo tempo, quando substituímos, teve a infelicidade do Douglas, que tem muito crédito. Depois buscamos o 2 a 1, fiz mudanças, mas o 3 a 1 decretou o fim da partida. Me sinto constrangido de dar essa coletiva. Hoje eu me sinto impotente", avaliou.

Para o treinador tricolor, a arbitragem brasileira ainda não está devidamente preparada para assumir o controle de uma ferramenta tão importante como o VAR.

"Sempre fui favorável ao VAR, mas se não há treinamento suficiente, vai haver problema. Não temos árbitros preparados para o campo, imagina para o VAR. A incoerência está nesse contexto. A partir do momento que ele se torna protagonista, tira a autonomia de quem está no campo. Sem treinamento, ele mais atrapalha do que ajuda", disse.

O Bahia voltará a campo provavelmente no dia 10 de julho, contra o Grêmio, pela Copa do Brasil. A data ainda não foi oficializada pela CBF, mas não deve haver alteração.

A equipe tricolor encerrou a fase "pré-Copa América", do Campeonato Brasileiro, com 14 pontos em nove rodadas disputadas.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.