é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Divisões de Base

Publicada em 15 de julho de 2019 às 15h56

Médico explica lesão de Guerra e Rogério passará por cirurgia

Meia sofre lesão no ligamento colateral medial do joelho

Victor de Freitas

2019-07-15-15-51_capaguerra3
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Nesta segunda-feira (15), o departamento médico divulgou um novo boletim sobre a situação dos jogadores lesionados no clube. As notícias, no entanto, não foram boas sobre Rogério e Guerra.

Com uma luxação no ombro sofrida durante jogo-treino no Fazendão, Rogério passou a última semana em tratamento no CT, mas sem o progresso esperado. Com isso, o atacante passará por uma cirurgia.

“O ombro de Rogério, em um treino, saiu do lugar. Ele sofreu uma lesão ligamentar importante, o que nos fez decidir pela cirurgia para que isso não aconteça outras vezes. O tempo de recuperação dele, a partir de agora, vai depender de uma melhor avaliação do especialista que realizará a cirurgia”, explicou o coordenador médico do Bahia, Dr. Luiz Sapucaia.

Quanto ao meio-campista Alejandro Guerra, o médico tricolor garante que a lesão sofre não tem nenhuma relação com outras lesões sofridas pelo jogador durante sua passagem pelo Palmeiras.

Dr. Luiz Sapucaia afirma que o meia sofreu um acidente de trabalho, que causou uma lesão no ligamento colateral medial do joelho, semelhante à contusão sofrida por Gregore no mês de abril – que ficou um mês fora dos gramados.

Guerra sofreu uma lesão no ligamento colateral medial do joelho. Ele, infelizmente, sofreu um acidente de trabalho. É uma lesão similar ao que aconteceu com Gregore, meses atrás, em um ligamento importante e que incomoda bastante. Nós vamos imobilizar por duas semanas, e o retorno dele estará ligado ao processo de recuperação”

A lesão sofrida pelo meia venezuelano não necessitará de uma cirurgia.

“Vamos realizar um tratamento em dois períodos, com objetivo de acelerar o processo de recuperação, e esperamos que este tempo inativo seja ainda mais precoce. A recuperação dele, por mais que seja parecida com aquela sofrida por Gregore, pode não ser igual. Cada atleta responde de uma forma”, explicou.

Guerra tem contrato com o Bahia até o fim deste ano, por empréstimo junto ao Palmeiras. Já Rogério tem seus direitos vinculados ao Esquadrão até o maio de 2021.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.