é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 11 de setembro de 2019 às 18h20

Gilberto fala sobre boa fase e avalia duelo com o Fortaleza

Atacante celebra fase goleadora em 2019, mas diz estar focado em ajudar o time a conquistar os objetivos

Victor de Freitas

2019-09-11-18-17_capagilberto138
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Maior goleador do Bahia na temporada, Gilberto está atrás apenas de Gabigol no ranking de artilheiros do Campeonato Brasileiro. O atacante celebra a boa fase individual, mas garante estar focado primeiramente nos objetivos da equipe.

Com nove gols marcados no primeiro turno da Série A, Gilberto afirma não traçar como meta a briga pela artilharia com o jogador flamenguista e que está trabalhando para ajudar o time a seguir pontuando.

"Prefiro não colocar como meta. Quando se coloca como possível artilheiro, fica fominha até demais. Eu já sou fominha, meus companheiros reclamam de mim. Prefiro ir jogo a jogo. Se acontecer, vou ser abençoado por isso. Se não vier, vou ficar feliz pelo rendimento que nosso grupo está tendo", disse o jogador.

“Nosso time chegou onde chegou por saber como lidar em cada jogo, buscando sempre sair vencedor das partidas. Quando não dava para vencer, a gente somava os pontos. É dar continuidade a isso, independente da maneira que seja, para conseguir algo bom esse ano”, acrescentou.

O que esperar do jogo contra o Fortaleza

Sem perder há oito rodadas no Brasileirão, o Bahia atraiu olhares de outros clubes, que passam a respeitar ainda mais um confronto contra o Esquadrão. No entanto, Gilberto dispensa o rótulo de “time a ser batido” e projeta um jogo difícil diante do Fortaleza.

“Clube a ser batido é o que está liderando o campeonato. Estamos fazendo boa campanha e queremos continuar, fazer com que se prolongue. Se até o final do ano não sofrer gols e vencer as partidas vou ficar feliz para caramba. Mas é difícil. Domingo temos um jogo difícil, um clássico nordestino. O Fortaleza é uma equipe difícil de jogar, clássico nordestino, e que vai nos trazer dificuldade. Temos que estar atentos para trazer esse triunfo”.

Semelhanças de Élber e Artur

"A gente viu um jogo muito bom, defensivamente Élber ajuda bastante. Essa quebra de linhas Élber faz com agilidade. É rápido, sabe driblar e penetrar na linha defensiva. Arturzinho está em uma fase excepcional. Também tem essas características. Ele é fominha (risos)".

Rival atuando na Fonte Nova

"Sinceramente, isso não é uma parte que me cabe. Deixa eles. Querem jogar lá, joguem. A gente faz nossa parte, eles fazem a deles".

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.