é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 08 de março de 2019 às 17h25

Gilberto dispensa favoritismo no Ba-Vi: ‘futebol tem que ser jogado’

‘Importante é fazer o máximo e buscar o triunfo’, diz o goleador

Victor de Freitas

2019-03-08-17-22_capagilberto68
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Neste domingo (10), o Bahia vai receber a visita do rival em um clássico válido pela oitava rodada do Campeonato Baiano. O segundo Ba-Vi de 2019 colocará frente à frente clubes que vivem momentos bastante diferentes, tanto dentro, como fora de campo.

Buscando evolução na temporada em meio a resultados que ainda não convencem, o Bahia vai encarar um rival que está em má fase dentro de campo, com seis jogos sem vencer, e vivendo uma crise nos bastidores.

Com isso, o Esquadrão entrará em campo com resultados recentes melhores e com um tabu de quase dois anos sem perder um Ba-Vi.

Apesar de fatores apontarem o Bahia como favorito, Gilberto faz questão de afirmar que todo clássico precisa ser jogado com foco e determinação para vencer.

“Vantagem nenhuma. Clássico é clássico, não só aqui como em outros lugares. O futebol tem que ser jogado quando a bola rola. Falar por falar, você colocar que nosso time é favorito é fácil. Importante é a gente fazer o máximo dentro de campo, nos cobrar e procurar o triunfo”, afirmou o centroavante.

Artilheiro do Brasil em 2019, Gilberto tem 12 gols em 11 jogos disputados na temporada. Para ele, a responsabilidade aumenta por ser o principal goleador do time.

“O que faz aumentar a minha responsabilidade. No meu ponto de vista sempre dou o melhor. Se a partir de domingo for meu colega que faça os gols vou estar feliz do mesmo jeito. Então, o importante é sempre triunfar, se sagrar campeão e o que Deus permitir a gente vai fazer”, disse o camisa 9.

Retorno de jogadores que estavam lesionados

“É importante para a gente ter todos à disposição. O Elton está voltando, o Fernandão. Isso é importante para a gente. Temos que ir com responsabilidade no clássico, sempre respeitando o adversário. Temos que ir com cautela, no outro jogo viu o quanto é difícil jogar o clássico. Não vai ser jogo fácil”.

Parabéns para as mulheres

“Legal de ver, fico feliz quando minha mulher tem interesse em aprender sobre o futebol. Minha família sempre acompanha e isso faz com que ela aprenda. É importante mulher no futebol, que elas gostem mais que os homens, queiram saber de tudo. Minha mulher quer saber de tudo. Claro que têm outras mulheres muito bem informadas que também têm opinião. Parabéns para todas elas, para a minha família. Parabéns para as mulheres no Brasil inteiro”.

Pressão antes de Ba-Vi

“Os baianos são bem mais fáceis de lidar, até a cobrança é de um jeito mais engraçado. Fora daqui e em outros lugares que passei há uma cobrança maior por coisas negativas. Isso traz um pouco de peso. Nós temos um retrospecto bom e temos que continuar trabalhando para somar”.

O Ba-Vi está marcado para acontecer às 16h, na Fonte Nova.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.