é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 26 de novembro de 2019 às 16h14

Flávio cita chateação por derrotas, mas diz confiar na reação do time

Volante fala sobre necessidade de vencer o Atlético Mineiro "de qualquer forma"

Victor de Freitas

2019-11-08-16-57_capaflavio49
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Depois de flertar com uma vaga na Libertadores, o Bahia sofreu uma queda brusca de rendimento ao longo do segundo turno. Os maus resultados distanciaram o time do G-6, que hoje é G-8, e causaram descontentamento nos torcedores.

Titular durante os bons e maus momentos do Bahia, nesta Série A, o volante Flávio não esconde a chateação pelas derrotas que afastaram o time de uma briga pela Libertadores.

“A gente fica tentando encontrar respostas, fica triste, chateado, porque a gente fez um grande primeiro turno e, consequentemente, em cima disso, criamos expectativas boas. Não só na gente, mas no torcedor, diretoria, em todos que torcem pelo Bahia. Infelizmente, neste segundo turno, a gente não vem conseguindo desempenhar o mesmo papel que a gente vinha desempenhando no primeiro turno. Infelizmente, a gente não conseguiu”, falou o volante.

Mesmo sem vencer há oito rodadas, Flávio diz que ainda confia na reação do time nas últimas quatro partidas da temporada.

“Tem quatro jogos restantes. Ainda dá, ainda tem chances. A gente está a seis pontos do G-8, que abriu agora com o título do Flamengo. Então a gente tem que se apegar nisso", acrescentou.

Porém, o volante também afirma que não adianta pensar na última rodada. Primeiramente, o objetivo deve ser de vencer o Galo.

"Mas não adianta ficar pensando no último jogo do Fortaleza, no que a gente vai estar brigando, se a gente não vencer o Atlético-MG aqui amanhã. Então a gente tem que focar neste jogo, vencer de qualquer forma. Quando falo “de qualquer forma”, eu falo organizado, não desorganizado. Mas a gente precisa destes três pontos para que a gente dê uma respirada e volte a somar pontos na competição”.

Defesa sofrendo muitos gols

Para Flávio, o ponto alto do Bahia vinha sendo o setor defensivo, que levava poucos gols no primeiro turno. Com uma das piores defesas do returno, o volante cita a necessidade de voltar a ter atuações melhores na defesa para ter mais chances de vencer.

“Um ponto forte do nosso primeiro turno foi que a gente não sofria muitos gols. Quando sofria, eram dois, no máximo. Nesta partida, a gente acabou sendo vazado quatro vezes. É difícil, mas teve o lado positivo, do ataque, que voltou a marcar com Gilberto, Fernandão... Então é a gente focar neste lado, manter ataque forte, mas também ter uma defesa sólida, que, desde o primeiro turno, vem sofrendo poucos gols. E acho que isso que a gente sempre frisou muito bem, o professor Roger, de sempre manter o zero no placar. Se a gente mantém o zero a zero, a gente está perto de fazer este gol e conseguir o triunfo”, analisou.

Na partida desta quarta-feira (27), contra o Atlético Mineiro, Flávio voltará ao time titular depois de ter cumprido suspensão na rodada passada.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.