é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Política

Publicada em 01 de julho de 2020 às 14h35

Ex-presidente é multado e pagará quase R$ 1 milhão ao Bahia

Juíza afirma que MGF tentou atrasar processo movido pelo clube que cobra R$ 44,7 milhões ao ex-presidente

Victor de Freitas

2020-05-13-11-15_capamarceloguimaraesfilho
Fonte: Divulgação

O ex-presidente do Bahia, Marcelo Guimarães Filho, sofreu mais uma derrota judicial, dessa vez por uso indevido de recursos que visava atrasar o andamento do processo movido pelo clube contra o próprio dirigente deposto em 2013.

MGF terá de pagar quase R$ 1 milhão em multa. A informação foi revelada por Vitor Ferraz, atual vice-presidente do Bahia e gerente jurídico na gestão de Marcelo Sant’Ana.

“Em ação movida pelo @ECBahia buscando ressarcimento pelos danos causados ao clube, ex-presidente destituído é condenado a pagar quase 1 milhão de multa por usar indevidamente recurso para tentar atrasar o andamento do processo”, diz o dirigente do Bahia.

Após intervenção judicial em 2013, o Bahia ingressou na Justiça cobrando indenizações que chegam a R$ 44.737.010,14.

Os valores cobrados pelo Bahia são por irregularidades encontradas em acordos com a OAS pela Cidade Tricolor, documentos emitidos sem justificativas durante a gestão, dívida com a empresa Ingresso Fácil, multas impostas pelo Ministério do Trabalho e retiradas de valores com supostas notas fiscais falsas.

Juíza do processo, Maria Helena Peixoto Mega afirmou considerar o recurso de Marcelo Guimarães Filho como “meramente protelatório”. Ou seja, apenas com o intuito de atrasar o andamento.

"A pretensão do embargante no sentido de que esse juízo se manifeste sobre omissão e ou contradição inexistente é desprovida de fundamento plausível, traduzindo os presentes embargos de declaração como recurso utilizado em caráter manifestamente ilícito e com finalidade meramente protelatória”.

Com isso, foi imposta uma multa de 2% do valor atualizado da causa, que chega próximo de R$ 1 milhão.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.