é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 14 de novembro de 2018 às 22h55

Edigar Junio brilha no fim e Bahia vence o Ceará de virada

Esquadrão conquistou três pontos nos lances finais

Victor de Freitas

2018-11-14-22-46_capabahiaxceara20183
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Na noite desta quarta-feira (14), o Bahia encarou o Ceará, na Fonte Nova, e venceu por 2 a 1. A partida foi válida pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado em casa, o Bahia sobe na classificação, agora ocupando o décimo lugar com 44 pontos. 

O próximo desafio tricolor será fora de casa, contra o Atlético-MG, no sábado (17).

O JOGO

Jogando em casa após empatar o Ba-Vi fora de casa, o Bahia entrou em campo com o objetivo de pressionar o adversário nos minutos iniciais. Entretanto, o efeito foi contrário. O Ceará abriu o placar com sete minutos de jogo, em lance que partiu de um cruzamento na linha de fundo. A bola desviou em Léo e sobrou livre para Calyson abrir o marcador.

Depois de sofrer um susto no começo, o Bahia se ajustou em campo e passou a dominar a posse de bola, trocando passes no campo de ataque e criando chances de gol. A primeira oportunidade aconteceu aos 13 minutos, em finalização de Edigar Junio que acertou nas redes laterais.

Aos 18 minutos, Ramires acertou um forte chute de perna esquerda e obrigou o goleiro Éverson a realizar grande defesa. Em nova oportunidade criada, desta vez Douglas Grolli aproveitou cruzamento na área e desviou, mas parou em defesa tranquila do arqueiro adversário.

Em resposta à pressão tricolor, o Ceará fez o goleiro Douglas trabalhar aos 37 minutos, em um chute forte feito por Calyson.

Mas, antes do intervalo, o gol de empate tricolor foi marcado. Aos 43 minutos, Elton tabelou com Bruno e cruzou na medida para a cabeçada de Zé Rafael, que encobriu Éverson e levou o placar empatado para a segunda etapa.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, o Esquadrão voltou a campo novamente tentando dominar o adversário, com posse de bola no ataque. A primeira chance do segundo tempo saiu em um lance criado pelo lado direito e que rendeu em um cruzamento para o lado esquerdo da grande área. Léo chutou de primeira, mas Éverson ficou com a bola.

Entretanto, com o passar dos minutos, o Tricolor passou a encontrar dificuldades para furar a defesa alvinegra e organizar jogadas de ataque. Com isso, poucas finalizações eram vistas.

O Esquadrão voltou a levar perigo apenas aos 35 minutos. O lateral Paulinho - que havia entrado no lugar de Léo - avançou em direção à grande área e chutou rasteiro, parando em defesa do arqueiro adversário.

Na reta final, o Bahia pressionou o Ceará com bolas aéreas e tentativas de chutes de fora da área.

Aos 47 minutos, a pressão surtiu efeito. Edigar Junio marcou o gol do triunfo com uma finalização de letra após cruzamento de Bruno. 2 a 1 para o Bahia.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.