é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 08 de agosto de 2020 às 20h08

Daniel comemora mais um gol decisivo em sua posição preferida

Meio-campista marcou gol decisivo para o Bahia

Victor de Freitas

2020-07-26-18-09_capadaniel16
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Daniel salvou mais uma vez o Bahia em um momento decisivo. Após marcar o gol do triunfo na semifinal do Nordestão, o meia entrou em campo no segundo tempo deste sábado (08), na volta da final estadual, e voltou a balançar as redes.

O gol de Daniel garantiu o empate por 1 a 1 e evitou um vexame ainda maior na final do Campeonato Baiano.

A semelhança entre os gols marcados contra Confiança e Atlético de Alagoinhas é que Daniel estava atuando justamente como segundo volante, posição na qual afirmou durante a paralisação que é a sua preferida.

O jogador celebrou mais um gol decisivo com a camisa tricolor e destacou a importância da a posição de segundo volante, não só para a defesa, mas também para o ataque.

“Na hora, quando o Ronaldo chutou e eu completei a jogada tinha certeza de que a bola não havia saído. Ao menos no meu olho podia dizer que tinha quase certeza. Mas a gente ficou bem tranquilo. Quando o juiz concluiu, lógico que fiquei feliz e acreditando na nossa virada”, disse o meio-campista.

Artilheiro como segundo volante

“Hoje em dia essa posição está sendo muito importante, que liga a defesa ao ataque, esse segundo volante que é quase um meia também. Então, sempre importante ajudar na recomposição e também na criação das jogadas. Também tentar fazer gol e dar assistências. Fico muito feliz por ter feito um gol importante pelo Bahia. Quando cheguei aqui, o que se espera é ser decisivo, conquistar títulos. Infelizmente a Copa do Nordeste não conseguimos, mas no Baiano conseguimos. Agora temos campeonatos maiores que vamos pensar grande com certeza”, completou.

Avaliação dos jogos contra o Atlético de Alagoinhas

“No primeiro jogo, quando o Atlético perdeu um jogador foi até ruim para a gente. Estávamos melhores no 11 x 11, quando o time dele tentava sair e dava mais espaços. Faltava só o último passe para a gente conseguir fazer gol. Hoje a gente não teve tanta velocidade na troca de passes ali na frente, mas o importante é que a gente ficou com o título. Temos consciência de que temos que melhorar e melhorar muito. Então, a gente colocando isso na cabeça e treinando vamos conseguir essa melhora para o Bahia”.

Busca por melhora

“A gente tem que ter consciência disso tudo e falar que o torcedor está errado. O torcedor tem razão. A gente tem que ter essa indignação de que nossas atuações não estão sendo boas. Temos um grande treinador que entende bem de jogador e conhece bem o elenco. Temos que nos preparar mais fortes e fazer diferente dentro de campo. Não sei se temos que criar mais coragem na hora de fazer jogadas, mas alguma coisa temos que fazer. Tenho certeza que com Roger vamos conseguir achar a solução para as vitórias virem com mais tranquilidade.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.