é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Baiano

Publicada em 20 de abril de 2020 às 18h43

Dado cita sentimento de 'dever cumprido' em despedida do Bahia

'Fica meu sentimento do dever cumprido e o agradecimento pela grande oportunidade', diz o técnico

Victor de Freitas

2020-02-09-19-00_capadadocavalcanti14
Fonte: Divulgação / EC Bahia

Técnico do time de transição do Bahia desde abril de 2020, Dado Cavalcanti está de saída do clube após o anúncio do desmanche da equipe sub-23. O treinador permaneceu no clube por um período exato de 12 meses e deixa o Esquadrão satisfeito com o período no qual dirigiu o Tricolor.

A saída de Dado Cavalcanti foi anunciada pelo diretor Diego Cerri. Mas, em uma nota divulgada no app BBMP, o treinador agradeceu ao clube, avaliou seu tempo de trabalho e garantiu ver o Bahia em “ótimas mãos” para o futuro.

Veja a nota divulgada pelo técnico:

"Quero agradecer enormemente a direção do EC Bahia por esse período em que tive a oportunidade de trabalhar no Clube. Nesses doze meses pude ver bem de perto o gigantismo e a estrutura do Bahia e o fanatismo da torcida tricolor.

Os objetivos planejados para a Equipe de Transição foram atingidos e, em alguns momentos, superados. Chegamos em terceiro lugar no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. No Campeonato Baiano, até a paralisação da competição, na sétima rodada, permanecemos na liderança com 15 pontos em 7 jogos. Mantivemos também a invencibilidade com a defesa menos vazada, o melhor ataque e vencemos o clássico estadual fora de casa.

Neste trabalho também pudemos colocar à disposição do técnico Roger Machado, da equipe principal, jovens atletas em condições de contribuir com o processo desportivo e de retroalimentação financeira do clube.

Todos nós sabemos das dificuldades que a pandemia do coronavírus impôs a todos os seguimentos da sociedade e entendo tudo que a diretoria do Bahia é obrigada a fazer para preservar a saúde financeira do Clube.

Estávamos negociando a renovação do meu contrato, mas a situação financeira mudou.

Fica meu sentimento do dever cumprido e o agradecimento pela grande oportunidade que tive como treinador da Equipe de Transição.

Quero agradecer também a todos os profissionais com quem tive o prazer de trabalhar, aos atletas, aos demais setores do Clube e à diretoria.

Tenho a certeza que pelo nível das pessoas responsáveis pelo Bahia, o Clube está em ótimas mãos".

 
leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.