é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 28 de junho de 2020 às 08h59

CBF explica escolha de data para início do Brasileirão

Segundo a entidade máxima do futebol brasileiro, iniciar o Brasileiro no dia 9 de agosto é o limite para não prejudicar a temporada de 2021

Victor de Freitas

2020-04-21-11-28_capasedecbf2
Fonte: Divulgação

Nessa semana, a CBF indicou pela primeira vez uma data para o início do Campeonato Brasileiro de 2020, que será disputado até meados do mês de fevereiro.

Em videoconferência com os clubes, o presidente da CBF afirmou que 9 de agosto é a data ideal para começar o campeonato. E não no dia 15 de agosto, como preferem a maioria dos clubes por conta de compromissos estaduais.

A CBF esclarece que a data de 09/08 é considerada como o limite para entregar, com segurança, todos os compromissos de 2020 sem prejudicar o calendário de 2021.

Por exemplo, atrasar a Copa do Brasil levaria a não ter um indicado para disputar a Libertadores no ano que vem. Atrasar o Brasileirão levaria a um risco ainda maior.

A posição da Confederação Nacional de Futebol é que não pode adequar o calendário nacional às competições estaduais, por haver diferença de formato entre os torneios de cada estado.

"Em Goiás, faltam oito datas, no Rio Grande do Sul faltam sete. Cada estado tem uma condição diferente", diz Manoel Flores, diretor do departamento de competições da CBF, ao blog do PVC.

Com a previsão de reinício dos estaduais no dia 25 de julho, a maioria dos estaduais terminará depois da primeira rodada ou até da segunda rodada do Brasileiro.

Além disso, a situação sanitária dos estados continua sendo um obstáculo a ser levado em conta. Isso porque cada estado tem seus próprios protocolos contra o coronavírus.

Por isso, a ideia da CBF é de iniciar o Brasileirão com tempo hábil para unir a temporada de 2020 à de 2021 sem esperar o final dos estaduais.

Além disso, dos 20 times da Série A apenas o Athletico Paranaense foi contra a hipótese de jogar em outra cidade caso Curitiba não esteja liberada para a disputa de jogos.

No caso do Bahia, é um dos clubes que terão duas competições para finalizar entre julho e agosto: Copa do Nordeste e Baiano.

A situação mostra que todo mundo tem um pouco de razão, mas as dificuldades para montar um calendário tão apertado requer entendimento e bom senso de todas as partes.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.