é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 13 de junho de 2019 às 00h13

Bellintani cobra punição à arbitragem por erro no uso do vídeo

Presidente diz que não pedirá anulação do jogo, mas quer punição aos responsáveis por erro

Victor de Freitas

2019-05-08-11-03_capabellintani29
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Com direito a falha da arbitragem de vídeo, o Bahia perdeu por 3 a 1 para o Internacional, na noite desta quarta-feira (12). O grave erro cometido no ato de assinalar um gol ilegal para o Inter não é aceito pela diretoria tricolor.

Após o vice-presidente Vitor Ferraz usar o Twitter para criticar a arbitragem de vídeo no Brasil, o mandatário tricolor, Guilherme Bellintani, também fez duras críticas aos responsáveis pela confirmação do primeiro gol colorado na partida.

"Acho que há coisas que vão além de uma atitude proposital e prejudicam, que é incompetência e inabilidade para usar a tecnologia. Hoje foi mais um erro do VAR, o que vai manchando um instrumento importante para o futebol brasileiro", disse o presidente.

"A gente defenderá sempre o uso da tecnologia. Dizem que há uma imagem 3D que foi usada para confirmar o primeiro gol. A gente clama que a CBF entenda que não é a tecnologia que irá resolver se as pessoas não estiverem preparadas".

Apesar das duras críticas, Bellintani descartar qualquer chance de pedir anulação do jogo. Entretanto, cobra uma punição para os responsáveis pelo erro.

"O Bahia não pensa em pedir anulação da partida, mas pede que os responsáveis sejam punidos. O Bahia entende que, enquanto acreditar no VAR, vai trabalhar para melhorar o sistema", acrescentou.

Arbitragem é reincidente em erros no Brasileirão

Árbitro principal do confronto, Paulo Roberto Alves Júnior foi quem apitou o polêmico jogo entre Botafogo e Palmeiras, que atualmente está suspenso pela própria CBF devido a um grave erro no uso do VAR.

Já o árbitro escolhido para comandar o vídeo, Igor Junio Benevenuto foi duramente criticado por marcações equivocadas contra a Chapecoense, nesta última segunda-feira (10).

Assistente de campo no polêmico jogo envolvendo Palmeiras e Botafogo, Clóvis Amaral da Silva também atuou no auxílio ao árbitro de vídeo na partida do Beira-Rio.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.