é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 09 de outubro de 2019 às 22h58

Bahia empata sem gols com o São Paulo na Fonte Nova

Esquadrão perde mais uma posição com empate em casa

Victor de Freitas

2019-10-09-22-20_capaartur00
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Bahia recebeu a visita do São Paulo, na Fonte Nova, e empatou em 0 a 0. A partida foi válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado de empate sem gols, o Esquadrão cai para a oitava colocação, agora com 38 pontos. O próximo jogo será contra o Fluminense, neste sábado (12), no Maracanã.

O JOGO

Em um confronto direto valendo vaga no G-6, o Bahia entrou em campo buscando uma postura ofensiva. Porém, o início de partida foi de pressão por parte do São Paulo, que quase abriu o placar no primeiro lance.

Após o susto inicial, o Bahia conseguiu se impor dentro de campo e trocar passes no campo ofensivo. Aos sete minutos, Ronaldo acertou um chute de fora da área, mas sem perigo para o goleiro adversário.

Ao longo da primeira etapa, o São Paulo foi quem teve a posse de bola por mais tempo. Porém, a defesa do Esquadrão não permitia que o time paulista causasse perigo ao gol defendido por Douglas.

Já no campo ofensivo, o Bahia também tinha dificuldades para furar a defesa são-paulina e, com isso, chutou poucas vezes ao gol adversário.

SEGUNDO TEMPO

Para a segunda etapa, Roger Machado precisou fazer uma modificação no intervalo. Arthur Caíke entrou no lugar de Élber, substituído por conta de um mal estar no vestiário. Antes, Moisés já havia saído de campo por lesão.

Assim como no primeiro tempo, foi o São Paulo quem deu o susto inicial. Aos sete minutos, Pato acertou um forte chute rasteiro, mas parou em grande defesa de Douglas. No lance seguinte, o arqueiro tricolor voltou a parar o atacante adversário.

Aos 11 minutos, foi a vez de Arthur Caíke fazer o goleiro Tiago Volpi trabalhar em uma cabeçada.

Com poucas chances de gol na partida, Roger apostou em uma formação mais ofensiva, ao substituir o volante Ronaldo pelo atacante Rogério - transformando o time em um 4-4-2.

Na reta final da partida, a tensão tomou conta dos dois times, que se lançavam ao ataque, mas sem a criatividade necessária para criar oportunidades claras de gol.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.