é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Baiano

Publicada em 02 de fevereiro de 2020 às 17h59

Bahia desperdiça oportunidades, cai de rendimento e sofre empate

Time de transição perdeu chances para aumentar a vantagem e sofreu gol de empate nos últimos minutos

Victor de Freitas

2020-02-02-17-21_capaarthurrezende7
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

O time de transição do Bahia recebeu o Jacuipense, pela quarta rodada do Baiano, e ficou apenas no empate em 1 a 1. A partida foi disputada no estádio de Pituaçu.

Além de perder chances para definir o triunfo durante o jogo, o Esquadrão também perde a liderança do Baiano, ficando com oito pontos, mesma pontuação do Atlético de Alagoinhas. O time do interior, no entanto, leva a melhor nos critérios de desempate.

A equipe de transição volta a campo no próximo domingo (09), diante do Jacobina. Antes disso, o time principal enfrenta o River-PI, nesta quarta (05), pela Copa do Brasil.

O JOGO

Vindo de triunfos seguidos, o time de transição tricolor entrou em campo motivado e com uma postura ofensiva. Com isso, criou chances perigosas desde os primeiros momentos.

Logo com seis minutos de bola rolando, Arthur Rezende acertou um forte chute de fora da área e fez com que o goleiro Jordan fizesse a primeira grande defesa. No minuto seguinte, foi a vez de Gustavo acertar uma finalização, mas novamente parando no arqueiro adversário.

Apesar do início de jogo agitado, o Bahia passou a encontrar dificuldades para invadir a defesa do Jacuipense, que tentava se fechar e evitar a troca de passes do Esquadrão no meio-campo.

O time tricolor voltou a levar perigo na reta final do primeiro tempo. Aos 30, Alesson chutou rasteiro, de fora da área, mas Jordan espalmou. Pouco tempo depois, Gustavo driblou dentro da área e chutou. Mas a bola passou perto da trave.

O placar foi aberto antes do intervalo. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Ignácio acertou uma forte cabeçada que não deixou chances para o arqueiro adversário, aos 37 minutos.

SEGUNDO TEMPO

Já na segunda etapa, o domínio tricolor foi mantido e o Esquadrão chegou a balançar as redes com um minuto de bola rolando. Porém, a arbitragem anulou por conta de um impedimento.

“Donos do meio-campo”, Ramon e Arthur Rezende protagonizavam as principais jogadas do Bahia. Em dois lances seguidos, o meia recebeu passe e finalizou para defesas do goleiro Jordan.

Depois de desperdiçar ataques, o Esquadrão levou um susto aos 18 minutos com uma finalização feita por Thiaguinho, que acertou na rede pelo lado de fora.

Em resposta, o Bahia voltou a finalizar em uma jogada individual de Saldanha – que entrou no lugar de Fernandão. O jovem centroavante driblou a marcação, mas arriscou um chute sem ângulo e não acertou.

Com o placar ao seu favor, o time tricolor passou a tentar administrar a posse de bola na reta final do jogo, buscando atacar sem sofrer perigos. No entanto, o Jacuipense conseguia chegar mais vezes ao ataque e assustar o goleiro Fernando.

Em meio a mais uma queda de rendimento na reta final, o Bahia quase sofreu o gol de empate em algumas oportunidades. Aos 44 minutos, Fernando executou uma grande defesa para salvar o time.

EMPATE NO FIM

Mas, aos 46, o castigo aconteceu. Wesley Popó aproveitou bola cruzada na área, ganhou de Mayk e desviou para deixar tudo igual e definir o empate em 1 a 1.

Nos últimos lances, foi o Jacuipense quem pressionou e fez o goleiro Fernando trabalhar mais duas vezes.

Quer 30 dias de DAZN grátis e assistir o jogo de volta do Bahia na Sul-Americana? Clique aqui e cadastre-se hoje!
leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.