é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 19 de junho de 2020 às 13h16

Anderson trabalha com foco de seguir como titular do Bahia

Arqueiro de 36 anos atuou em sete jogos do time principal no ano

Victor de Freitas

2020-06-19-13-12_capaanderson35
Fonte: Bruno Queiroz / EC Bahia

Anderson assumiu a titularidade do gol tricolor após falhas cometidas por Douglas no início da temporada, mas a paralisação causada pela pandemia fez com que sua sequência fosse “freada”. De volta aos treinamentos na Cidade Tricolor, o goleiro que tem trabalhado firme com o foco de seguir como titular.

Durante o período de paralisação das atividades presenciais, Anderson afirma ter se tornado um praticante de ciclismo, mesmo no mês de folga ao longo de abril.

“Eu virei ciclista. Em 45 dias virei ciclista, andando de bicicleta com minha esposa. Fazia o trabalho de goleiro e pela tarde andava de bicicleta. Agradecer a minha família pelo que eles fizeram por mim. Corri, andei de bicicleta. Acho que o Fred não fez a metade do que fiz”, falou o arqueiro, em entrevista no CT Evaristo de Macedo.

Disputa pela titularidade com Douglas

Vizinho de Douglas, Anderson diz que o retorno às atividades presenciais só aumenta a sua vontade de continuar como titular.

“Aumenta vontade. Douglas é meu vizinho de condomínio. Nossa briga é sadia. Acabou, a gente dá risada. Ele vai fazer três anos de Bahia, eu vou fazer seis. Não é à toa. Treinar e se dedicar para deixar o Roger sem dormir. Roger é bem remunerado, deixa ele sem dormir uns dias”, brincou o experiente goleiro.

Para Anderson, a receita para continuar entre os titulares é de seguir trabalhando firme e melhorar a cada dia.

“Trabalhar como vem trabalhando. A gente não sabia que ia ficar tanto tempo parado, mas é continuar o que vinha fazendo, até um pouco mais se for possível. Melhorar cada vez mais. É dentro do campo que a gente mostra quem é o titular”.

Pausa atrapalhou sequência

“Prejudica todo mundo. A gente estava fazendo trabalhos individuais, mas nessa questão prejudica todo mundo. Estamos tendo readaptação, mas acredito que a volta do campeonato ainda vai demorar um pouco”.

Goleiro de 36 anos, Anderson está no Bahia desde a temporada de 2016, quando chegou ao clube com aval do então técnico Guto Ferreira. O arqueiro tem 58 jogos pelo Esquadrão.

Contando apenas a temporada de 2020, são sete jogos disputados como titular – com seis triunfos e empate – e três gols sofridos.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.