é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Divisões de Base

Publicada em 14 de fevereiro de 2019 às 20h19

Alojamento da base do Bahia recebeu reformas em janeiro

Clube tem cuidado na formação de seus atletas

Victor de Freitas

2019-01-02-18-40_capafazendao4
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Em meio à comoção pela tragédia ocorrida no CT do Flamengo, clubes passaram a ter mais preocupações com a estrutura destinada aos seus jovens atletas, enquanto autoridades pressionam aqueles que não cumprem as normas. Tudo para evitar que aconteça novamente em algum outro lugar. No Fazendão, está tudo em dia.

Gerente da divisão de base do Bahia, Marcelo Vilhena falou sobre as instalações destinadas aos garotos que vivem no Fazendão e afirmou que o clube já vinha realizando uma reforma no alojamento da base desde meados de janeiro e que já foi concluída.

“A gente aproveitou este mês de janeiro, que tinha pouca gente no alojamento, para poder fazer revisão do departamento e dos prédios que envolvem o alojamento. A gente acabou de fechar toda reforma a nível de hotelaria, com pintura de quartos, novos InsuFilmes, trocamos fechaduras de portas e armários, mexemos na questão da elétrica, revisamos os extintores... Então, tudo já estava sendo feito. Na verdade, quando infelizmente aconteceu no Flamengo, já tínhamos 95% das obras concluídas. (O objetivo era) aproveitar este momento de praticamente ninguém no alojamento, para os garotos serem recebidos com estruturas melhores neste início de ano”.

“É claro que o episódio no Flamengo nos reforça a ter um pouco mais de cuidado em relação à rotina de treinamento. Então a gente vai antecipar o treinamento do plano de contingência. A gente vai reforçar a questão de treinamentos com os garotos. Temos reuniões com garotos do sub-17 e sub-15 para explicar nossas normas, regras de convivência, de conduta, do que o clube vai oferecer durante o ano. No final de semana, recebemos os pais e eles também receberão o plano do ano”.

Marcelo Vilhena também avaliou seu primeiro ano de trabalho à frente da base do Bahia e afirmou que sua maior missão no clube é de ajudar a fazer o Esquadrão disputar títulos de torneios de grande porte no cenário nacional.

“Dia 22 de março completo um ano que estou aqui. Quando cheguei, encontrei um clube muito organizado, com uma diretoria muito atuante, com uma visão de futuro bem avançada. O antigo gestor deixou a base bem arrumada e no ano passado tivemos várias conquistas. Tivemos um ano muito interessante a nível de regionais. A meta para este ano é melhorar muito nossos resultados a nível nacional. Mas ainda é pouco. Não tivemos bom resultado na Copa São Paulo e nem na FAM Cup sub-17. Isto mostra que temos que melhorar muito na nossa questão de captação. Estamos trazendo um grande profissional da área, que é Rodrigo Lameira”.

Responsabilidade Social

Nos últimos anos, o Bahia tem se notabilizado por ações que vão além da esfera do futebol. Além de captar talentos e formar jogadores, o clube também aposta na formação de seus atletas como cidadãos.

No mês de dezembro, a psicóloga social tricolor, Aline Castro, e o gestor Marcelo Vilhena, representaram o Bahia em dois seminários realizados pela CBF com o tema Responsabilidade Social.

O Esquadrão foi o único representante do Nordeste convidado para apresentar as ações que são desenvolvidas pela Instituição. O Tricolor tem assumido papel de protagonismo no cenário regional e nacional no que se diz respeito à formação cidadã dos atletas criados no Fazendão.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.