é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 13 de setembro de 2018 às 17h29

Léo projeta confronto com o Palmeiras: 'temos que mostrar nosso valor'

Lateral analisa adversário tricolor de domingo, cita dificuldades que serão encontradas, mas afirma objetivo de vencer

Victor de Freitas

2018-09-13-17-11_capaleo20
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Após três jogos contra o Palmeiras em 2018, com duas derrotas e um empate, o Bahia terá pela frente mais uma vez o time alviverde. Agora, em duelo válido pela 25ª rodada e diante da torcida tricolor na Fonte Nova, o objetivo é de sair de campo com o resultado positivo garantido.

Em campo em todos os duelos contra Palmeiras neste ano, o lateral-esquerdo Léo reconhece a qualidade do adversário, mas garante que o objetivo é de sair de campo com o triunfo. Ele cita a importância de mostrar valor neste tipo de jogo contra equipes da parte de cima da tabela.

"Não fico olhando adversário. Particularmente, amo jogar. A gente tem que mostrar nosso valor nesses jogos, contra Palmeiras, Flamengo. Esses jogos que temos vontade de jogar. O triunfo será muito importante para a gente", destacou o lateral.

O lateral relembrou o revés sofrido na partida de volta das quartas de finais da Copa do Brasil, quando o Tricolor foi derrotado pelo placar mínimo de 1 a 0 atuando na casa do adversário. Léo citou o desempenho satisfatório demonstrado pelo Esquadrão, apesar da derrota. Mas, agora é a hora de vencer.

"Taticamente a gente foi bem naquele jogo. No individual, a gente foi bastante elogiado por um treinador que foi “multicampeão”. A gente tem que continuar taticamente muito bem. Se a gente conseguir pegar essa tática e ser mais efetivo, uma gana a mais no ataque, conseguir concluir em gol, será muito importante para a gente. A gente tem feito bons jogos. Muitas mensagens que recebo, pessoas próximas de mim, dizendo que estamos bem, falta um triunfo. Uma chance ou outra fazer o gol, isso vai ser importante, vai coroar o trabalho que estamos fazendo", falou.

Alto nível do adversário:

"O time do Palmeiras eu vejo como um time bem treinado, tem um bom treinador, que é o Felipão. Vejo que eles apostam na parte individual, com Dudu, Willian, jogadores muito rápidos pelas pontas. Para a gente que é marcador dá muito trabalho, os laterais deles gostam de avançar. Apostam na jogada individual, lance que um ou outro pode fazer para conseguir o triunfo. A gente vai estar bastante ligado. Já jogamos duas vezes contra o Palmeiras, sabemos dos pontos fortes deles e onde podemos atacar. Tem que entrar muito ligado nesse jogo".

Ausência de Vinícius e esquema com três volantes:

"São jogadores de características diferentes. Vinícius cadencia mais, tem bom passe, não é muito de arrastar. Tenta cadenciar o jogo. Com três volantes temos uma boa consistência defensiva, o meio fica mais preenchido, o que é importante para a gente, até para mi, que sou lateral, um volante pode cobrir quando eu subo. É um pouco diferente, estilos de jogos diferentes. Mas, no todo, temos o mesmo objetivo. Só muda um pouco uma peça ou outra, mas temos o mesmo foco".

O que esperar do Palmeiras em campo:

"Tiro pela gente. Estávamos acho que oito ou nove jogos sem perder um tempinho atrás, perdemos e tivemos que dar logo uma resposta. O Campeonato pede isso e a sequência de jogos pede muito isso. Com certeza eles vão vir para Salvador com vontade, com a gana de vencer. Perderam um jogo importante, uma semifinal. A gente sabe que foi o primeiro jogo, mas quando o time visitante ganha fora de casa dá um combustível a mais".

Objetivo no Brasileirão:

"Temos que focar nesses últimos 14 jogos, vai ser fundamental para a gente visar até um algo a mais. A parte de cima da tabela, esse é o foco de todo mundo. Tem que ser assim, buscar sempre a melhoria, sempre um algo a mais no futebol".

Alto número de empates:

"Boa pergunta. No Brasileiro é muito complicado. Tem série que consegue empatar duas e não vem os três pontos. Se ganhar uma... Foi uma pergunta que para responder é... Prefiro ganhar uma e perder outra do que empatar duas. Se ganhar uma e perder outra faz três pontos. Se empatar duas, faz dois. Se olhar pelos números, é uma questão boa e faz com que a gente analise um pouco mais. Prefiro estar sempre ganhando. Mas a gente sabe que é um campeonato muito difícil. O importante é somar pontos, o máximo que a gente puder. Somar pontos será importante para o Bahia".

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.