ecbahia.com

é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Copa do Brasil

Publicada em 02 de agosto de 2018 às 21h13

Em jogo movimentado, Bahia e Palmeiras empatam em 0 a 0

Empate sem gols é marcado por futebol ofensivo e auxílio do árbitro de vídeo

Victor de Freitas

2018-08-02-21-05_capaedigarjunior25
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Na noite desta quinta-feira (02), o Bahia encarou o Palmeiras, pela ida das quartas de finais da Copa do Brasil, e ficou no empate em 0 a 0.

Com o empate na partida de ida, nenhuma das equipes possui vantagem para a partida de volta, visto que a regra do gol qualificado fora de casa foi abolida nesta Copa do Brasil. Apenas o triunfo importará para os dois lados, enquanto uma nova igualdade levará a disputa da classificação para as penalidades.

O jogo de volta vai acontecer no dia 16 de agosto, na Allianz Arena.

O JOGO

O começo de jogo foi marcado por maior domínio palmeirense, que chegou perto de abrir o placar logo em seu primeiro lance de ataque. Dudu saiu frente à frente com o goleiro Anderson, finalizou forte, mas parou em defesa do arqueiro tricolor. Em novo ataque perigoso, o Palmeiras teve mais um chute aos 14 minutos, com Deyverson.

Após um início de pressão por parte do time alviverde, o Bahia se encontrou em campo e passou e incomodar em lances de velocidade pelos lados do campo. Zé Rafael, tanto pelo flanco direito, como pela ponta esquerda, era a arma mais perigosa do Esquadrão.

Aos 18 minutos, Zé Rafael sofreu falta perto da grande área. Ele mesmo assumiu a cobrança e quase marcou. A bola passou perto da trave adversária.

Já a melhor oportunidade do Bahia nos 45 minutos iniciais aconteceu em mais uma puxada de contra-ataque feita pelo camisa 10 tricolor. Desta vez, ele deu passe para Gilberto, que finalizou sem marcação, mas errou o alvo por muito. Que chance perdida!

Na parte final do primeiro tempo, o domínio da posse de bola foi do Bahia. Com mais qualidade nos passes e disposição em campo, o Tricolor pressionou o adversário em seu campo de defesa e incomodou com lances na área.

SEGUNDO TEMPO

Já na segunda etapa, foi o Bahia quem teve a posse de bola por mais tempo, mantendo o nível de intensidade no setor de ataque. Com um minuto de jogo, Gilberto recebeu cruzamento na área e cabeceou com perigo.

Aos 16 minutos, Elton criou um lance de perigo ao receber bola na intermediária, driblar o marcador e chutar rasteiro. Weverton defendeu para o lado.

VAR EM AÇÃO!

Aos 30 minutos, o VAR foi acionado após a marcação de um pênalti cometido por Gregore sobre Artur. Após uma demorada análise e conversa entre os árbitros, Anderson Daronco retirou o cartão vermelho que havia aplicado para o jogador tricolor, mudando para um amarelo.

Na cobrança da penalidade, o volante Bruno Henrique acertou o travessão.

Em mais um lance de interferência do árbitro de vídeo, o atacante Deyverson recebeu cartão vermelho após uma cotovelada violenta que acertou a testa de Mena. Com as pausas durante o segundo tempo, nove minutos de acréscimos foram dados pela arbitragem.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.