é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Baiano

Publicada em 08 de abril de 2018 às 10h07

Em busca do 47º título baiano, Bahia encara Ba-Vi fora de casa

Esquadrão vai buscar troféu de campeão na casa do rival

Victor de Freitas

2018-04-08-09-56_capabavi102
Fonte: Maurícia da Matta/EC Vitória

CHEGOU O DIA! Neste domingo, o Bahia vai ao Barradão encarar o Vitória em um dos maiores clássicos do futebol brasileiro. Desta vez, valendo a taça de campeão do Baianão 2018.

O Bahia possui uma vantagem por ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, na Fonte Nova, e por isso ficará com o título em caso de empate na casa do rival. Porém, o objetivo da equipe é de conquistar mais um triunfo para selar a conquista da melhor forma possível.

"A gente fez 90 minutos muito bons, mas sabe que não tem nada ganho, sempre respeitando. Sabemos que é na casa do adversário. É sempre respeitando, mas a gente sabe que, no futebol, respeito é fazer gol", afirmou o meia Vinícius, em entrevista durante a semana.

Para o jogo decisivo de domingo, o técnico Guto Ferreira não poderá contar com três jogadores. Por conta de suspensão imposta pelo TJD-BA e mantida pelo STJD, o zagueiro Rodrigo Becão e o volante Edson seguem fora do Campeonato Baiano. Já o atacante será desfalque pelo segundo jogo consecutivo devido a dores no tornozelo.

Mesmo sem revelar a escalação em entrevista coletiva, Guto não deverá fazer mudanças drásticas no time titular. A expectativa fica apenas pelo retorno do lateral-direito Nino Paraíba na vaga deixada no jogo de ida, por suspensão. João Pedro atuou em seu lugar no primeiro Ba-Vi.

É PRA QUEBRAR JEJUM!

O Bahia não conquista um título de campeão baiano na casa do rival desde o Baiano de 1998, quando levou a melhor com um time que tinha nomes como Bebeto Campos, Robson Luís e Uéslei entre os titulares.

Em 1998, as finais do Baiano tinham o mesmo formato do atual regulamento. O Vitória tinha vantagem de jogar por dois resultados iguais, porém o Tricolor venceu por 2 a 0 na Fonte Nova e assumiu o controle da final. No Barradão, o rival venceu por 1 a 0, mas foi insuficiente para tirar o título do Bahia. Neste ano, o Esquadrão não pode perder em nenhuma hipótese.

E AMPLIAR O TABU!

A última vez que o Tricolor saiu derrotado em um Ba-Vi aconteceu no dia 27 de abril de 2017, na ida da semifinal do Nordestão. Após aquele jogo, já se passaram 11 meses e sete Ba-Vis. A maioria deles com resultado favorável ao Esquadrão de Aço.

A NAÇÃO VAI EMPURRAR O TIME!

Em ação promovida nas redes sociais, torcedores se mobilizam para fazer uma recepção ao time na saída do hotel no qual o elenco está concentrado. A "concentração tricolor" vai acontecer às 13h30, no Novotel Paralela, localizado ao lado da Estação Mussurunga.

HISTÓRIA NO CAMPEONATO BAIANO

O Esquadrão de Aço é o maior campeão estadual de maneira disparada. São 46 títulos, contra apenas 29 do rival. O Tricolor perdeu na final 22 vezes, enquanto o Vitória foi vice-campeão em 24 oportunidades.

Relembre todas as edições vencidas pelo Bahia: 1931, 1933, 1934, 1936, 1938, 1940, 1944, 1945, 1947, 1948, 1949, 1950, 1952, 1954, 1956, 1958, 1959, 1960, 1961, 1962, 1967, 1970, 1971, 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1978, 1979, 1981, 1982, 1983, 1984, 1986, 1987, 1988, 1991, 1993, 1994, 1998, 1999, 2001, 2012, 2014, 2015.

DESSA VEZ, O EMPATE É NOSSO!

No século XXI, o maior campeão estadual é justamente o rival. Na maioria das vezes, com o título decidido no Barradão. Porém, em quase todas as ocasiões, o time rubro-negro contou com a vantagem do regulamento para ser campeão, perdendo ou empatando nos jogos de volta.

A última vez que o Vitória ganhou o Bahia em um jogo de volta da final do Baiano aconteceu em 2004, há 14 anos. Desta vez, o resultado de empate é do Esquadrão.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X BAHIA

Campeonato Baiano 2018 - Final - Jogo de volta
Local: Barradão, em Salvador
Data e Hora: 08/04/2018, às 16 horas
Arbitragem: Raphael Claus, auxiliado por: Emerson Augusto de Carvalho e Danilo Ricardo Simon Manis (todos FIFA-SP)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca e Léo; Elton, Gregore e Vinícius; Marco Antônio, Zé Rafael e Edigar Junio. Junio. Técnico: Guto Ferreira.

Vitória: Fernando Miguel, Lucas, Walisson Maia, Bruno Bispo e Juninho ;Willian Farias, Uillian Correia, Guilherme Vosta e Nickson; Neilton e Luan. Técnico: Anderson Batatais.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.