é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 28 de novembro de 2017 às 17h08

Eder admite acomodação do elenco, mas valoriza Sul-americana

"Querendo ou não, acomodou, né?", diz defensor tricolor

Victor de Freitas

2017-11-28-16-55_capaedercoletiva
Fonte: Marcelo Malaquias/Divulgação/ECBahia

Após assegurar sua permanência na Série A do próximo ano, o Bahia se viu em condições de buscar uma vaga na Taça Libertadores da América. Porém, foi derrotado nos últimos dois jogos e viu a chance de alcançar o G-7.

Em dia de reapresentação no Fazendão, o zagueiro Eder foi escolhido para a entrevista coletiva e falou sobre as derrotas na fase final e decisiva do campeonato. O jogador admitiu "acomodação" do elenco após ter garantido a permanência na elite.

"Acho que faltou um pouco mais da vontade que a gente teve nos outros jogos. Quando a gente decretou que não cairia mais para a Segunda Divisão, querendo ou não, acomodou, né? Talvez seja até natural do ser humano: cumprir o seu objetivo e acomodar. É uma coisa que não se deve, mas é inevitável. Acho que faltou um pouco mais de vontade da gente, principalmente nesses dois últimos jogos, que eram fundamentais para as nossas pretensões no campeonato", avaliou o zagueiro.

Porém, com a classificação confirmada para a Copa Sul-americana, Eder também valorizou a vaga conquistada para esta competição continental.

"A classificação para a Sul-Americana é um brinde pelo trabalho que a gente vinha fazendo. Nossa pretensão era não cair, se manter. E, consequentemente, a gente ia brigar por coisas maiores. Lógico que a gente ainda pensa na Libertadores. Tem chances remotas, mas tem. Então, enquanto tiver chance, a gente vai lutar, procurar vencer outro jogo e contar com a ajuda dos adversários. Quanto à Sul-Americana, é uma competição de extrema importância também. Dá vaga na Libertadores também. O Bahia vai entrar para disputar e vencer e chegar até a final. Não é desprezo nenhum a Sul-Americana", disse.

Avaliação geral de 2017

"Acho que, no geral, foi uma temporada bem produtiva para o Bahia. Cumprimos nossos objetivos. O objetivo maior era se manter na Série A. Dentro desse objetivo, tinham outros. A Copa do Nordeste, que a gente recuperou a confiança do torcedor ali, com o título. Acho que, no Brasileirão também, querendo ou não, no final da gente teve uma boa produtividade, porque estamos a uma vitória de ter o melhor rendimento do Bahia dentro da competição. Acho que foi um ano produtivo. A gente ainda tem chances de brigar por competições maiores, mas já falando poucos dias antes do último jogo, acho que foi um ano grande para a gente", finalizou.

Para o último jogo do ano, Eder disputa vaga na lateral-direita com Wellington Silva. O adversário será o São Paulo.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.