é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Copa do Brasil

Publicada em 07 de abril de 2016 às 08h52

Doriva comemora estratégia, mas confessa que temeu "tragédia"

Técnico falou que a utilização de um time mesclado foi uma opção para descansar os mais rodados e aproveitou para comentar a partida contra o Globo-RN

Da Redação

"A estratégia funcionou", falou o técnico Doriva logo após o triunfo por 3 a 1 contra o Globo-RN pela Copa do Brasil. Feliz com a classificação para a segunda fase da competição, o treinador confessou que o jogo poderia ter sido mais fácil, caso o time tivesse concluído em gol as inúmeras oportunidades que criaram na segunda etapa.

"Sabíamos que ia ser difícil. Lá no Rio Grande do Norte foi difícil o jogo. Foi 0 a 0 e o fato de não termos feito gol lá era um complicado. Felizmente tomamos um gol de empate e logo na sequência conseguimos virar o jogo. No segundo tempo perdemos muitas chances", disse.

2016-04-07-08-50_DorivaGlobo070416_doriva060416
Fonte: Will Vieira/ecbahia.com

"Este tipo de jogo é aquele que você fica com medo de acontecer uma tragédia. Perdemos muitos gols. Tivemos seis ou sete chances claras. Faltou um pouco mais de capricho para fazermos o terceiro gol e matarmos a partida", confessou.

Doriva usou um time misto no confronto e disse que a utilização do meio-campo com João Paulo é uma variante, assim como foi a utilização de João Paulo Gomes no último jogo, pela Copa do Nordeste. Mas o uso destes atletas vai do momento.

"Vai depender da circunstância. Perdemos o Danilo por um tempão. Ele entrou hoje porque ficou muito tempo parado e precisava de ritmo. No momento certo ele vai entrar, mas o Feijão, o Paulo, o Juninho estão fazendo um bom trabalho também. É uma maratona de jogos desgastantes. Tínhamos este jogo para dar um refresco aos nossos atletas que estavam jogando direto e tinhamos essa estratégia. Pudemos colocar o Edigar, o Juninho e o Danilo frescos e pudemos ver um gol do Edigar com passe do Juninho", falou.

Quando questionado sobre as cobranças da torcida em cima do meia Rômulo, o técnico comentou: "Não sei porque. Lamento muito este tipo de postura. É um atleta jovem que tem que ter o carinho da torcida ao invés de ser criticado. Eu acho que ele fez uma grande partida e o fato de errar um passe ou outro acontece. Todos os atletas erram. Cristiano Ronaldo erra, Messi erra. Então o torcedor tem que ter paciência."

Sobre a próxima partida, contra o Fluminense de Feira, pelas semifinais do Campeonato Baiano, Doriva falou que é foco total. "A gente tem que trabalhar rápido. Já estamos avaliando o Fluminense, vendo jogos. É o primeiro adversário que fizemos amistoso esse ano e sabemos que não é por acaso que eles chegaram a semifinal. Agora é foco total, queremos muito esta vaga na final", concluiu.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.