é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Mercado

Publicada em 27 de junho de 2018 às 15h02

Bellintani garante permanência de Régis apesar de oferta árabe

"Hoje não tem nenhum movimento que nos faça abrir mão de Régis neste ano", diz o presidente

Victor de Freitas

2018-03-21-19-24_caparegis8
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

O Bahia não abre mão do meio-campista Régis. A oferta do Al Wasl, dos Emirados Árabes, não será aceita pelo clube. É o que garante o presidente Guilherme Bellintani.

Segundo o presidente tricolor, a proposta recebida pelo meio-campista Régis não agradou. Tanto pelos valores apresentados, mas também devido à importância do jogador dentro do elenco.

"Possibilidade de qualquer jogador deixar o Bahia sempre há. Primeiro, porque há multa contratual, qualquer clube que venha e pague a multa, o jogador tem que deixar o Bahia, e o Bahia não tem nada para fazer. Mas, além disso, há possibilidade de a gente fazer qualquer negociação por qualquer atleta, mas não é nossa prioridade. Eu já disse isso no caso de Zé Rafael, que, justamente na véspera de ele fazer o sétimo jogo, (houve) muita sondagem, muita especulação, muita notícia, eu falei: “Zé Rafael vai ficar no Bahia, porque nenhuma proposta que chegou ao Bahia naquele momento valeria a pena a gente abrir mão dele no meio do campeonato”. Tudo é uma questão de avaliação", disse o presidente do Esquadrão.

"No caso de Régis, especificamente, não chegou nenhuma proposta que nos agradasse. Então Régis continua no Bahia, é titular do time, seja muitas vezes não entrando no começo do jogo. Mas é um jogador que a gente considera como titular, um jogador importante, que tem sido importante no modelo de jogo do time. Hoje não tem nenhum movimento que nos faça abrir mão de Régis neste ano", afirmou.

Régis recuperou a condição de titular nos últimos jogos e é tido como peça fundamental para o elenco tricolor desde a temporada de 2016. Seu contrato com o Esquadrão é válido até o fim de 2020. O Bahia tem 45% dos direitos econômicos do atleta.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.