é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Sulamericana

Publicada em 25 de julho de 2018 às 23h36

Bahia vence por 2 a 0 e fica em vantagem diante do Cerro-URU

Com uma assistência e um gol, Régis foi o destaque tricolor

Victor de Freitas

2018-07-25-23-17_capabahiaxcerro3
Fonte: Felipe Oliveira / EC Bahia

Na noite desta quarta-feira (25), o Bahia recebeu a visita do Atlético Cerro-URU pela ida da segunda fase da Copa Sul-americana, e venceu por 2 a 0.

Com o triunfo conquistado, o Esquadrão passa a ter uma vantagem de poder perder até por um gol de diferença na partida de volta, no Uruguai. O jogo de volta vai acontecer no dia 8 de agosto.

O JOGO

Na primeira etapa, a partida foi marcada por maior domínio tricolor na posse de bola. Entretanto, com dificuldades para armar jogadas ofensivas - o que resultou em poucas chances de gol nos 45 minutos iniciais.

Sem criatividade pelo meio-campo, o Esquadrão buscava formas de entrar na defesa adversária em lances pelas pontas, apostando na velocidade de Élber e Zé Rafael, além das subidas de Léo. Como "homem-surpresa", Nilton se apresentava no setor ofensivo em bolas aéreas.

SEGUNDO TEMPO E GOL DE GILBERTO

Já no segundo tempo, não demorou para a bola balançar as redes dos uruguaio. Aos nove minutos, Régis cobrou um escanteio cheio de curva e Gilberto, sem goleiro, cabeceou para abrir o marcador e manter o aproveitamento de um gol por jogo com a camisa do Bahia.

Após balançar as redes pela primeira vez, o Tricolor manteve a posse de bola em seus pés por mais tempo, mas encontrando mais espaços para atacar, chegando na área uruguaia por mais vezes.

Em uma dessas subidas ao ataque, Marco Antônio tentou cruzar na grande área, mas a arbitragem assinalou pênalti de um toque de mão na bola feito pelo defensor Zazpe. Na cobrança, o meia Régis bateu sem chances para o goleiro adversário e ampliou a vantagem.

O Bahia ainda teve a chance de marcar o terceiro gol na partida, em cobrança de um pênalti sofrido por Zé Rafael. O próprio camisa 10 bateu, mas chutou por cima do travessão.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.