ecbahia.com

é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Marketing

Publicada em 26 de março de 2018 às 22h53

Bahia rescinde com a Umbro e confirma marca própria para este ano

Umbro vai produzir mais uma camisa especial para o Tricolor; uniformes de marca própria serão lançados em agosto

Victor de Freitas

2018-03-23-16-57_capaconcursocamisa
Imagem ilustrativa (Divulgação/ECBahia)

O Bahia vai ter roupa nova em 2018 com uma marca própria. O clube já acertou a rescisão contratual com a Umbro e irá lançar seus novos uniformes no mês de agosto.

O anúncio do fim de contrato com a fornecedora de material esportivo inglesa foi feita pelo presidente Guilherme Bellintani, em entrevista ao CORREIO*. O mandatário tricolor também explica detalhes da marca própria que será lançada pelo Esquadrão de Aço.

“Esta é uma decisão tomada. A Umbro foi muito parceira e fizemos esse acordo da rescisão do contrato. Vamos já nos próximos dias efetivar esse novo modelo que é de marca própria de uniformes”, confirma Bellintani.

Mesmo com fim de contrato com a Umbro já anunciado, a marca ainda irá lançar mais um uniforme para o Tricolor. Será a camisa inspirada na Rússia.

“A Umbro lançará em abril o uniforme da Copa do Mundo (em homenagem à Rússia). Só ele e encerra o ciclo. A partir do segundo semestre, em agosto, teremos a marca própria”, disse.

Bellintani também acredita que o Bahia conseguirá lucrar cerca de quatro vezes com uma marca própria, que ainda não tem nome definido.

“Se fosse um projeto razoavelmente vantajoso, não seria suficiente. Teria que ser muito vantajoso economicamente. E nas nossas contas, vamos multiplicar de três a quatro vezes os royalties", explicou.

Apesar de ter uma marca própria, o Bahia terá uma empresa parceira para a produção do material. Será a Bomache, do Ceará, que fornece os uniformes de Paysandu, Fortaleza e Santa Cruz - todos também possuem marca própria e colhem frutos positivos.

“Hoje temos problemas de abastecimento com a Umbro. A Bomache terá talvez o Bahia como clube de maior produção. Conversei muito com Constantino (Júnior), presidente do Santa Cruz, e ele é muito satisfeito”, concluiu.

Além dos três times citados acima e o Bahia, o Juventude é mais um clube brasileiro a ter marca própria desde o ano passado. No começo deste ano, o Samapaio Corrêa foi mais um a anunciar que produzirá seus próprios uniformes.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.