é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Brasileiro

Publicada em 18 de junho de 2017 às 17h55

Bahia é derrotado pelo Palmeiras na Fonte Nova por 4 a 2

Esquadrão perde a primeira como mandante no Brasileirão

Victor de Freitas

2017-06-18-17-59_Capabahiaxpalmeiras
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

O Bahia sofreu seu primeiro resultado negativo dentro de casa no Brasileirão. Pela oitava rodada da competição o Tricolor recebeu o Palmeiras e sofreu um revés por 4 a 2.

Com o revés sofrido, o Esquadrão cai para a 11ª colocação, com dez pontos. O próximo desafio será contra o Corinthians, em São Paulo.

O JOGO

Jogando em casa após dois jogos sem vencer no sul do país, o Bahia entrou em campo em busca da reabilitação no Brasileirão e atuando de maneira ofensiva.

Um dos melhores mandantes do Brasileiro, até então, o Esquadrão se lançou ao ataque logo nos primeiros minutos da partida. Mendoza viu a entrada de Renê Júnior dentro da grande área e tocou para o volante, que chutou para defesa de Prass. No rebote, Edigar Junio teve nova chance, mas também parou no goleiro.

PÊNALTI MAL MARCADO E GOL DO PALMEIRAS

O primeiro gol do jogo não demoraria para sair, mas para o lado palmeirense. Aos 15 minutos, Keno invadiu a área tricolor e o zagueiro Rodrigo Becão acertou a bola com um carrinho limpo. A arbitragem, no entanto, assinalou pênalti e Jean não conseguiu defender a cobrança de Róger Guedes.

Apesar de sair em desvantagem no marcador, o Tricolor manteve a posse de bola em seus pés por mais tempo na primeira etapa, com 57% de posse de bola.

EMPATE TRICOLOR

Tendo a bola por mais tempo em seus pés, o Bahia se mandou ao ataque em busca do empate ainda na primeira etapa, o que aconteceu em jogada de insistência aos 44 minutos. Após chutes de Zé Rafael e Edigar Junio parerem no goleiro adversário, o meia Vinícius aproveitou a sobra de bola no meio da grande área e fuzilou para empatar o jogo.

SEGUNDO TEMPO

Já na segunda etapa, o Esquadrão voltou a campo sendo pressionado desde os primeiros minutos. E novamente o Palmeiras passou à frente do marcador, com gol marcado aos três minutos. Keno aproveitou sobra de bola perto da grande área e chutou colocado. Sem chances para Jean.

Novamente em desvantagem, o Bahia passou a ter mais dificuldades para criar novas jogadas de perigo, ficando preso na marcação do Palmeiras, que, por sua vez, valorizava a posse de bola para administrar o resultado.

Para tentar recuperar a força ofensiva do time, Jorginho optou pelas entradas de atacantes velozes como Gustavo Ferrareis e João Paulo - o segundo conseguiria marcar um gol.

GOLS NO FINAL

A vantagem palmeirense ainda seria ampliada. Aos 39 minutos, após bola alçada na área em cobrança de falta, o zagueiro Juninho ganhou no alto e tocou de cabeça para Mina concluir em gol.

No minuto seguinte, o Esquadrão descontou o marcador com gol anotado pelo jovem atacante João Paulo, ao ganhar da marcação e finalizar na raça, de carrinho. O tento anotado ainda deu um alento à nação tricolor.

Nos acréscimos, o Palmeiras marcou mais uma vez. O atacante William aproveitou bola que sobrou de fora da área e acertou chute. Jean não conseguiu defender. Assim foi definido o revés tricolor na Fonte.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.