é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Mercado

Publicada em 10 de maio de 2018 às 18h55

Bahia aguarda janela internacional para ter mais opções de mercado

Sem sucesso em negociações com clubes brasileiros, Bahia aguarda janela internacional reabrir em 22 de junho

Victor de Freitas

2018-05-10-18-36_capadiretoria2018
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Apesar de publicamente afirmar não ter pressa para buscar reforços, o Bahia está atento ao mercado em busca de novos jogadores para seu elenco. Sem sucesso em tentativas de contratar atletas que estão no futebol brasileiro, a diretoria tricolor aguarda a abertura da janela internacional de transferências para reforçar o grupo.

Para o diretor de futebol tricolor, Diego Cerri, a escassez do mercado brasileiro atinge não apenas o Bahia, mas também todas as outras equipes. Com o final da temporada em diversos países, um maior número de opções vai surgir. É o que espera o dirigente tricolor.

"Todo os clubes, não tenha dúvida. Ainda tem questão financeira. Você tem agora o encerramento de competições no exterior e aí te abre mais uma possibilidade de eventualmente trazer algum jogador de fora do país. Por isso, às vezes esse prazo de esperar um pouco porque pode aparecer alguma coisa de fora. O mercado interno está meio saturado. Você vai ter que achar alguém que esteja se destacando em uma divisão como Série B, Série A ou pegar alguma oportunidade em clube de Série A com jogador que, de repente, aconteceu alguma coisa errada no planejamento, não rendeu o que poderia, não está sendo aproveitado como poderia e aí resolve sair", disse, Diego Cerri, ao globoesporte.com.

Enquanto aguarda a janela de transferências para atletas que estão fora do Brasil reabrir, entre 22 de junho até 22 de julho, a diretoria segue atenta a oportunidades que possam surgir dentro do país, mas que não vai contratar apenas para justificar uma ida ao mercado.

"Se amanhã aparecer um nome muito bom, de repente, a gente pode trazer. Mas também, se não aparecer, só para trazer que a gente contratou não vale a pena", finalizou.

O Bahia contratou 11 jogadores no mês de janeiro. Desde abril, o clube tem acertado contratações de atletas com idade inferior a 23 anos, para a disputa do Brasileirão, mas que também possam agregar qualidade ao elenco principal.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.