é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Notícia | Entrevista

Publicada em 11 de julho de 2018 às 17h54

Anderson quer elenco motivado e futebol ofensivo contra o Vasco

"Futebol não dá chance para lamentação", afirma Anderson

Victor de Freitas

2018-02-06-18-55_capaandersoncoletiva
Fonte: Felipe Oliveira/Divulgação/ECBahia

Após a perder do título do Nordeste, o Bahia já voltou suas atenções para a partida de segunda-feira (16), contra o Vasco, e que valerá vaga nas quartas de finais da Copa do Brasil.

De volta aos trabalhos normalmente nesta quarta (11), o momento é de não se abater por conta da eliminação, mas sim focar em um triunfo na próxima partida. É o que afirma o goleiro Anderson, tido como um dos líderes do elenco e que vai seguir como titular.

"Se depender de mim, sei que vou motivar todos a todo instante, todos me conhecem, sabem o que sou e o que faço, dentro ou fora de campo, jogando ou não. Hoje estou jogando. A gente sabe que não pode ficar assim. Futebol não dá chance para isso, baixar a cabeça, lamentação, chegar desmotivado. Falei para eles, ri um pouco na chegada, os caras ainda estão preocupados com a torcida, que sofreu bastante, vi gente chorando. Falei para eles, temos que ter tranquilidade, a torcida do Bahia não merece o que aconteceu sábado, mas o Vasco não quer saber disso. Se a gente não se preparar, vai encontrar dificuldades. Mas hoje vamos trabalhar e nos preparar para essa partida", disse o goleiro, em entrevista coletiva no Fazendão.

Contra o Vasco, o Bahia terá um adversário que estava do outro lado há um ano. Jorginho dirigiu o time tricolor durante o Brasileirão de 2017 e não deixou saudades. Porém, Anderson cita que o Esquadrão deve atuar de maneira ofensiva diante do estilo de jogo do atual treinador vascaíno.

"A gente tem que jogar para cima, não pode esperar muito a equipe do Vasco. A gente conhece o Jorginho, sabe que a equipe dele busca ter a posse de bola a todo momento para sair jogando e chegar no ataque. É marcar lá em cima, fazer o que o professor vem pedindo e buscar vencer", destacou.

Anderson também falou sobre o aprendizado que o elenco teve por conta da perda do título dentro de casa.

"De lição positiva fica a equipe que entrou, o time teve momentos que se propôs a jogar, eles souberam se defender bem, a gente ficou martelando e não conseguiu furar o bloqueio deles. A gente ficou muito triste por causa da torcida. Eles mereciam muito mais do que a gente. Temos que ter tranquilidade, não vamos nos desesperar. Segunda-feira temos um jogo muito importante. Temos que virar a chave", finalizou.

Anderson seguirá entre os titulares devido a lesão de Douglas.

leia também
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.