é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 24/05/2018 às 02h18

Minha Análise - Bahia 4x0 Blooming

Meus Amigos,

Ontem numa Fonte Nova com público razoável para o momento do time e as condições desfavoráveis (horário, greve de ônibus), o Bahia fez um jogo razoável e avançou na Sul-americana, batendo o fraco time do Blooming por 4-0.

Desde o início da partida o Tricolor foi superior a equipe boliviana, com boa movimentação de Zé Rafael e Vinícius, além das passagens de JP e Léo.

Apesar da boa troca de passes, principalmente na intermediária, o Bahia pouco incomodava o goleiro adversário. Somente veio dar trabalho num bom chute de Vinícius, que o goleiro cedeu um escanteio.

O gol tricolor aconteceu num outro escanteio, onde Tiago tenta acertar uma puxeta e a bola sobra para Zé Rafael cutucar. Bahia 1-0.

O gol, por incrível que pareça, deu uma esmorecida no ataque tricolor, que pareceu se contentar com o resultado, mesmo tendo a necessidade de marcar pelo menos mais uma vez. Merece destaque somente a linda cobrança de falta de Vinícius, que explodiu no travessão. Na sobra, Tiago, sem marcação, cabeceou para fora.

Na volta do intervalo o Bahia voltou com Régis no lugar de Élber, que pareceu sair machucado.

Na primeira descida tricolor, o Bahia ampliou. Após falta em Léo, Vinícius jogou a pelota na cabeça da Elton, que não perdoou. Bahia 2-0.

O segundo tento mais uma vez deu uma certa letargia ao time de GF.

O resultado era perigoso, pois um gol do Blooming daria a vaga ao time de Santa Cruz de La Sierra.

Mena fez um corte muito bom, travando um chute na dentro da área, Anderson encerou bastante o jogo e isso foi tirando a força dos bolivianos.

O terceiro gol tricolor nasceu de uma linda jogada de Brumado. O camisa 9 aproveitou um rebote na intermediária e foi limpando a defesa adversária até a entrada da área, quando serviu Zé Rafael com açúcar e com afeto. O camisa 10 só teve o trabalho de bater cruzado e fazer o 3-0.

Após esse gol, com a fatura já liquidada, o tricolor ainda marcou mais um. E foi o mais bonito gol, ao meu ver. No contra ataque, Zé Rafael lançou Régis. O canhoto arrancou e, após boa passagem de Mena, serviu o chileno, que cruzou na medida para Brumado fechar o placar. Bahia 4-0. Agora aguardar o sorteio e cruzar a América novamente em busca desse troféu tão importante para o Bahia.

Anderson - Fez uma cera um pouco exagerada, além de um golpe de vista errado, que fez a bola se chocar no travessão. Mas não comprometeu. Achei um pouco temerosas as suas saídas de bola com os pés.

JP - Razoável, errou alguns cruzamentos mesmo tendo espaço. Fez boas jogadas por dentro, mas precisa ser mais lateral.

Tiago - Não comprometeu.

LF - Uma boa partida, com muita segurança.

Léo - Regular, não comprometeu.

Gregore - Um dos melhores em campo, mais uma vez. Marcador muito forte, rápido e com boa recuperação. Foi a principal peça no início das jogadas, visto a grande quantidade de desarmes.

Elton - Mais discreto na marcação, saiu bem algumas vezes. Foi feliz na cabeçada. Se apresentou mais na frente, alternando com Vinícius esse apoio aos homens de frente.

Vinícius - Uma bela partida. Mais recuado, na linha de Gregore e Elton, avançando Zé Rafael e Élber, se destaca mais, pela possibilidade de passar pelo seus pés, toda a construção das jogadas. Fez boas inversões e merecia o gol na cobrança de falta que explodiu no travessão, e no belo chute que o goleiro espalmou. Cobrou a bola a cabeça de Elton. Matou a pau.

Élber - Se escondeu do jogo. Não deu muitas opções a JP. Sempre queria receber a bola e carregar, mesmo com 2 jogadores na marcação. Precisa ser mais homem de velocidade, de drible perto da área para causar desequilíbrios.

Zé Rafael - O melhor do jogo. Marca, ataca, cria, sofre faltas, rouba bolas. A intensidade de jogo do camisa 10 é muito diferente dos outros atletas. A forma como se entrega na partida é extremamente elogiável. Joga para o time. Fez 2 gols importantes, para aliviar a tensão no estádio.

Brumado - Boa partida do menino. Fez um gol de centroavante, além da linda jogada para o terceiro gol, de Zé Rafael. Precisa ainda ser lapidado, principalmente na sua movimentação, para não entrar em impedimento (contei 4 nessa partida), além de maior arranque, visto o corpanzil. Mas demonstra ter qualidade e inteligência.

Mena - Entrou bem na partida, ligado. Ainda participou do quarto gol, num pique que permitiu achar Brumado livre. Gostaria de vê-lo jogar algumas partidas com os titulares. Gosto do passe qualificado, importante para a construção das jogadas.

Edson - Entrou e não comprometeu. Ajudou na proteção à zaga.

Régis - É o diferenciado. Tem uma técnica apurada e entendo que ele possa ser escalado aberto pela direita, com Vincius e Ze Rafael no jogo. Seria um trio de muita qualidade, para auxiliar Edigar na marcação dos gols.

GF - Não gostei dos relacionados de ontem. Ir para uma partida eliminatória, que tínhamos que ganhar, sem um atacante reserva, é arriscado. Não levar Nilton, que ainda por cima bate pênalti bem, é meio inexplicável.

OBS: Não tive condições de fazer a análise do jogo contra o Palmeiras. Fiquei indignado.

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.