é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 14/05/2018 às 10h14

Minha Análise - Bahia 2 x 2 São Paulo

Meus Amigos,

Ontem na Arena Fonte Nova o Esquadrão foi ineficiente e não conseguiu superar o mediano time do SP, não repetindo as boas atuações dos jogos contra o AtlPR e contra o Santos.

O time tricolor até começou bem, com um pênalti sobre Zé Rafael logo aos 9 minutos e convertido por Edigar.

Mesmo após um belo chute de Zé Rafael na trave, o Tricolor não conseguiu impor seu ritmo de jogo, permitindo ao SP muito espaço para construir as jogadas. Lucas Fernandes e Nenê tiveram muito espaço entre os volantes e zagueiros, causando perigo ao gol tricolor. Tanto que, antes do empate, Everson já havia salvado um gol certo de Nenê que havia driblado Douglas, em bola enfiada no meio da defesa por Lucas Fernandes.

O Bahia ainda assustou o SP num chute de Elton na entrada da área, que Sidão fez uma boa defesa. Mas o meio de campo do Bahia não estava conseguindo encaixar a marcação. A bola foi de pé em pé, até chegar em Nenê que serviu Trellez para este bater de primeira e igualar o confronto.

Quando o SP estava melhor, o Bahia achou o 2 gol. Num passe errado de Elton, que virou a bola para Elber e ela pegou o efeito contrário, o camisa 7 tricolor consegue voltar e raspar de cabeça. Edigar de forma muito inteligente bate de primeira e faz Bahia 2-1.

No segundo tempo, a tônica do jogo foi a mesma. O SP com mais posse de bola e o Bahia correndo atrás na marcação. Num lance parecido com o que viria a ser o 2 gol do SP, Lucas Fernandes recebeu sozinho na entrada da área e bateu tirando tinta da trave.

O tricolor só assustou o SP aos 25 minutos, com um lance onde Everson chutou por cima, após cruzamento de Zé Rafael.

Após esse lance, o SP teve o domínio do meio campo e o Bahia tentava sair em contra ataques, puxados por Régis, mas sempre sem conseguir finalizar.

Aos 43 minutos, o lance que marcou o confronto. Régis aproveitou um chutão de LF e saiu no mano a mano com a zaga do SP. Kayke fez a passagem e recebeu sozinho dentro da área, mas foi péssimo na finalização e chutou no peito de Sidão.

A velha máxima do futebol novamente apareceu. Quem não faz, toma. Shaylon recebeu uma bola livre, sem qualquer marcação, dominou, ajeitou e acertou um chutaço na gaveta, aos 48 minutos. Fim do confronto, 2-2 com sabor de derrota.

Douglas - Apesar de não ter falhado nos gols, esteve muito inseguro, principalmente nas saídas de gol.

JP - Foi sobrecarregado com Reinaldo e Everton pelo seu lado, sofrendo sempre uma marcação apertada na saída de bola. Não fez um bom jogo.

Everson - Partida razoável, mas pecou no lance que poderia ter feito o 3-1.

LF - Fez uma boa partida.

Léo - Não fez um bom jogo. Talvez pela opção de Aguirre de lançar Nenê caindo sempre pelo seu lado, não teve uma boa participação no confronto.

Elton - Marcou mal todo o jogo. Não conseguiu encaixar a marcação em momento algum. Sempre dando espaço para Lucas Fernandes e Nenê, foi culpado diretamente no 2 gol, pois não estava posicionado na marcação de Shaylon. Além disso, depois que teve a cabeça enfaixada, praticamente não correu em campo. Pífia atuação.

Gregore - Ficou muito sobrecarregado pela partida ruim de Elton e pela necessidade de cobrir os laterais. Precisa de apoio no meio campo para render mais.

Vinícius - Não foi mal, principalmente no 1 tempo. Tentou jogar e organizar o time, e conseguiu boas jogadas com Zé Rafael. Fechava o espaço do meio campo, diminuindo a inoperância de Elton, mas cansou.

Elber - Lutou muito, teve mérito no 2 gol com a inteligência em tocar de cabeça para Edigar e foi um dos que mais lutou em campo. Mereceu os aplausos ao ser substituído.

Zé Rafael - Mais uma vez um dos melhores em campo. Lutador, raçudo, trouxe muitas vezes 2 marcadores para abrir espaços. Uma pena a bola de esquerda não ter entrado. Ia ser um golaço.

Edigar Junio - O melhor em campo. Não somente pelos 2 gols, mas pela bela partida. Prendendo a zaga, segurando a bola no ataque, causou problemas à defesa contrária.

Mena - Entrou e não comprometeu.

Régis - Apesar de ter dado dinamismo ao time, ter "puxado" os contra ataques, errou muito ao meu ver. Até pisar na bola e cair sentado fez. Pode ser um jogador mais agudo se jogar mais perto da área. Mas como meia perde muitas bolas por escolher errado.

Kayke - Precisa sair do time. Ser afastado, botar para treinar em separado. Não somente pelo gol perdido, mas pela forma desinteressada que entra nas partidas. Além disso, precisa procurar urgentemente tirar esse peso, pois está "carregado". Sair das redes sociais e focar no trabalho talvez seja um início da mudança. Não pode perder aquele gol, ainda mais pela fase que vive. Errou a movimentação do chute, atrasando a passada para bater de esquerda. Só que essa atrasada permitiu ao goleiro do SP se adiantar e fechar mais o ângulo.

GF - Teve seu time estudado por Aguirre e não conseguiu sair da arapuca montada pelo Uruguaio. A marcação dos laterais, impedindo as triangulações da equipe, forçaram o Bahia a dar muitos chutões, com muitos erros de passe. Além disso, poderia ter lançado um 3 volante, para fechar o meio e liberar mais Zé Rafael, mas preferiu manter o esquema tático, com a entrada de Mena no lugar de Elber. Só que tendo Régis e Edigar e depois Kayke, ele perdeu o meio campo de vez, pois Vinícius estava mais recuado e Zé Rafael teve que recuar para fechar a lateral esquerda. Faltou coragem para fechar o time e deixar Régis solto na frente, sem ter que marcar.

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.