é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 31/07/2018 às 09h17

Minha Análise - Bahia 2x2 Atlético-MG

Meus Amigos,

Ontem na Arena Fonte Nova, em seu desgastado campo, o Bahia foi valente, lutador mas incompetente para vencer o Atlético-MG em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.

O começo do jogo se mostrou tenebroso para o Esquadrão. Numa falha absurda da defesa tricolor, com mau posicionamento dos zagueiros, laterais e volantes, que ficaram ocorrendo atrás da bola, o ataque do Galo teve tranquilidade para fazer 1x0. Achei o nosso goleiro mal colocado no lance, pois nem saiu para cortar o cruzamento e nem fechou o chute. Estava mal colocado.

Um gol aos 5 minutos de jogo muda completamente a forma de jogar do time visitante. O Atlético passou a jogar mais recuado, tentando achar espaços na defesa tricolor em contra-ataques perigosos puxados por Chará. Luan até teve um início de perigo, mas a mudança de lado de Marco Antônio, passando para o lado esquerdo do ataque tricolor, obrigou o camisa 27 a ficar mais fixo atrás.

O Tricolor teve que se arriscar mais no jogo, passando a dominar a partida, se impondo em casa como a torcida esperava. Quase o empate saiu num belo chute de Leo, em rebote, que Victor fez uma bela defesa no susto.

A tônica do primeiro tempo foi a construção de jogadas pelos lados do time tricolor. Boas chegadas de Bruno e Leo com Marco António levaram perigo ao gol adversário. Entretanto, ou os cruzamentos não eram perfeitos, ou Edigar e Vinicius desperdiçavam. Além disso, Tiago teve em pelo menos 2 lances a oportunidade de empatar o jogo, mas cabeceou fraco ou para fora. O melhor lance do primeiro tempo foi uma jogada muito bem feita de Bruno para Elton, que devolveu de primeira e o camisa 22 cruzou com muita qualidade para Edigar cabecear para fora, tirando tinta da trave. Essa jogada resume o que foi o jogo no 1° tempo. O Bahia tentando marcar, mas ficando no quase.

No segundo tempo, o Bahia voltou com o mesmo ímpeto e a mesma ineficiência da primeira etapa. Continuou pressionando o adversário, buscando o gol, mas errando o último passe ou as finalizações. Tiago em 2 oportunidades de cabeça teve a chance de empatar. Elton, num chute fraco, também arriscou. A prevista entrada de Régis no lugar de Vinicius deu mais ofensividade ao ataque, pois diferente do dançarino, que gosta de passar mais a bola, o canhotinha buscou mais as infiltrações e dribles. Numa falta sofrida por ele mesmo, bateu rápido e achou Gilberto em condições de chute. O camisa 9 não perdoou, batendo forte no canto. 1 x 1.

Após o gol, o jogo mudou. O Atlético passou a tentar novamente o gol, saindo em velocidade com Cazares e Ricardo Oliveira. O Bahia continuava no abafa, tentando a virada. Em outra falha da defesa, que inventou uma linha de impedimento sem sentido algum, o camisa 9 do Atlético entrou sozinho e bateu na saída de Anderson. 2 x 1 para os visitantes, aos 42 do segundo tempo.

Quando tudo parecia perdido, Régis apareceu para resolver a peleja. O Maradoninha Tricolor aproveitou o rebote e finalizou com estilo, empatando a partida. 2 x 2.

Apesar de não ter o hábito de criticar a arbitragem, sou obrigado a mencionar o pênalti escandaloso não marcado, o gol do tricolor em impedimento e a quantidade absurda de faltas inventadas pelo árbitro do jogo. Errou muito no confronto, para as duas equipes, e piorou a qualidade do jogo. Lamentável.

Anderson – Pouco trabalhou no jogo, mas para mim estava mal colocado no primeiro gol.

Bruno – Fez um bom primeiro tempo, mas cansou no segundo. Ajudou no que pode.

Tiago – Não foi bem defensivamente. Errou muito atrás, com botes equivocados e com falha direta no 2° gol. Ganhou todas pelo alto no ataque e poderia ter aproveitado melhor as oportunidades.

Grolli – Não foi mal no jogo, apesar de ter cortado errado a bola no primeiro gol. Seguro nos desarmes, gostei da atuação.

Leo – Muita transpiração e pouca inspiração. Acertou um belo chute de fora da área. E seus ineficientes cruzamentos na area com a mão, precisam ser revistos.

Gregore – Um monstro em campo. Desarmou tudo, criou jogadas e merece todos os elogios. Para mim um dos melhores em campo.

Elton – Esforçado mas pouco produtivo. Não foi bem, apesar de ter tentado levar o time ao ataque.

Vinícius – Muito longe do gol, sem arriscar chutes ou passes decisivos, se limitou a virar a bola pelos lados. Pouco para a função que ocupa no campo. Precisa arriscar mais a gol.
Marco António – Deu uma canseira na defesa do Atlético. Dribles e movimentação constante, fazem dele um jogador vital nas pretensões do Bahia. Abre espaços e gera perigo para a defesa adversária. Merece ser titular.

Edigar Júnio – Uma partida muito abaixo do normal. Errou 2 cabeçadas que não costuma perder. Jogou mais infiltrado na área, e pouco produziu. Precisa se movimentar mais, procurar tabelas e arriscar mais chutes ao gol.

Gilberto – Saiu muito para procurar o jogo e não teve em Edigar um parceiro para o ajudar finalizar. Na oportunidade que teve, balançou a rede, mostrando faro de artilheiro.

Mena – Entrou e pouco produziu.

Elber – Deu mais força ao lado direito, com boa movimentação.

Régis – Entrou e foi decisivo. O cara do jogo. Tentou chamar a responsabilidade, quase foi expulso após tomar amarelo numa simulação ridícula de pênalti e depois acertar um chute no jogador do Atlético, deu um passe para Gilberto empatar, aproveitando o vacilo da defesa e depois num belo lance, empatou o confronto. Não tem como ser reserva nesse time. EM que se vire para achar um lugar para ele.

Enderson Moreira – Poderia ter tentado Flávio no lugar de Elton, pela característica de movimentação do camisa 5. Não concordei com Mena pelo lado do campo, podendo ter arriscado Brumado.

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.