é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 26/07/2018 às 08h46

Minha Análise - Bahia 2x0 Cerro/URU

Meus Amigos,

Ontem no Pituaço o Esquadrão deu um passo importante para conseguir a classificação à próxima fase da Copa Sulamericana, ao vencer a equipe uruguaia do Cerro por 2 x 0.

Com um time bastante modificado, sem lateral direito da posição, o Bahia teve dificuldades na primeira etapa. O desentrosamento, ausência de ritmo de jogo e até individualismo de alguns atletas contribuiram para a dificuldade na construção de jogadas ofensivas. Além disso, Flávio e Edson erravam tudo, causando instabilidade no setor defensivo.

Percebendo isso, o treinador Enderson Moreira corrigiu o posicionamento de Edson e Flávio, invertendo a posição dos 2. Com isso, o Cangaceiro tricolor passou a se posicionar pelo setor direito da defesa, fechando as descidas do atacante uruguaio, enquanto Flávio inverteu a posição com Nilton e passou a ter mais liberdade para se movimentar no meio.

Essa alteração fez o jogo tricolor crescer de produção. A bola passou a sair com mais qualidade, com Nilton acertando quase 100% dos passes e Flávio sendo o homem surpresa na frente. Além disso, com essa alteração, Régis passou a ter companhia na criação das jogadas, fazendo a bola chegar mais rápido nas pontas. Elber não foi bem no confronto e a entrada de Marco António deu ao lado direito velocidade e força para concretizar as jogadas iniciadas. O camisa 30 incendiou o jogo, com muitos dribles e passes precisos. Tanto que os 2 pênaltis ocorreram em jogadas suas.

Devemos destacar também o centroavante Gilberto. Além do belo gol, sua movimentação inteligente abre espaços para a penetração de Zé Rafael e de Régis.

O Maradoninha Tricolor cresceu muito na segunda parte, tendo com quem dialogar, devido a aproximação de Flávio e de Zé Rafael. Foi dele o passe para o primeiro gol, em escanteio cobrado magnificamente para Gilberto cabecear e depois de pênalti fechando o caixão uruguaio. O Bahia poderia ter despachado a agressiva equipe uruguaia se ZR10 tivesse convertido o segundo penalti da noite.

Anderson – Foi trabalhar somente aos 45 do segundo tempo. Tranquila partida.

Flávio – Dois tempos distintos. Inseguro e mal posicionado na primeira parte e um dos melhores em campo na parte final. Quase faz o terceiro num chute que tirou tinta da trave. Não tem a menor condição de ser lateral, pois perde sua característica principal, que é a mobilidade e chegada na frente.

Grolli – Jogando pelo lado que está habituado, no lado direito da zaga, fez sua melhor partida no Bahia. Me passou segurança na partida.

LF – Mais uma partida segura do ontem capitão tricolor. Merece renovar contrato.

Leo – Partida regular, sem muito destaque.

Edson – Ficou mal na primeira parte, pois nem marcou e nem atacou. Na segunda parte, fixo na lateral direita, foi melhor.

Nilton – Entrou e colocou uma pulga atrás da orelha do treinador. Partida muito boa, com passes certos, bem posicionado em campo e liderança. Pode não ter mais velocidade e mobilidade para ir e voltar, mas merece novas oportunidades.

Régis – Tendo mais gente para jogar próximo, melhorou seu jogo. Esteve muito isolado no primeiro tempo, muitas vezes mais atacante que Gilberto. Na segunda etapa, com Flávio e Nilton mais próximos, rendeu mais. Deu um belo passe e fez um gol de pênalti.

Elber - Pouco produtivo. Precisa imprimir velocidade pois só quer correr com a bola e isso atrasa demais o ataque. Precisa dar mais opção para receber a bola em velocidade.

Zé Rafael – Muito individualista no primeiro tempo, na segunda parte melhorou, sendo mais coletivo. Saiu da esquerda e se aproximou mais de Régis. Perdeu um pênalti que pode fazer falta.

Gilberto – Mais uma boa partida do matador tricolor. Muita movimentação, inteligência e eficiência nas poucas oportunidades que tem durante as partidas.

Mena – Entrou e não comprometeu.

Vinicius - Entrou só para descansar Régis.

Marco António – Excelente partida do menino. Causou um sururu na defesa do Cerro, “caindo pra dentro” da marcação e mostrando que tem vaga nesse time titular. Sua velocidade e habilidade serão fundamentais para o clube nesse segundo semestre.

Enderson Moreira – Teve a percepção de mudar o jeito de jogar do time no intervalo. Foi bem e tem cada vez mais se livrado das amarras de GF. Esta de parabéns.

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.