é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Caio Vasconcelos
Publicada em 23/08/2018 às 12h04

Minha Análise - Bahia 0x1 Internacional

Meus Amigos,

 Ontem no Estádio da Fonte Nova, num jogo que me fez lembrar à adolescência (contarei ao final), o Bahia não conseguiu furar o bloqueio do bom time do Internacional, sendo derrotado após 08 partidas no BR18.

 Desde o início do confronto ficou clara a estratégia do time gaúcho, com 7 jogadores atrás da bola, um falso 9 e 2 homens rápidos para marcar a saída de bola dos laterais tricolores. O primeiro lance de perigo foi do time gaúcho, numa bola que Élton dividiu e ela sobrou para Camilo (o falso 9) sozinho, chutar para fora. Prenúncio do que viria no decorrer do confronto.

 O Bahia respondeu logo depois, na melhor jogada coletiva do time no primeiro tempo. Elton iniciou a jogada, vindo buscar a bola com LF e saiu tabelando, primeiro com ZR10 e depois com Léo. O camisa 6 foi ao fundo e cruzou, ela passou por Gilberto mas Edigar chutou por cima.

 Depois, ZR10 arriscou de longe e ela passou por cima do gol de Lomba. ZR10 novamente fez uma jogadaça, driblando 3 jogadores e tocando para Gilberto que não alcançou a bola.

 O Bahia possuia mais domínio territorial, ameaçava mas não conseguia incomodar o goleiro adversário.

 Num vacilo coletivo da defesa, com maior erro do goleiro tricolor, o Inter abriu o placar. Rossi foi lançado nas costas de Léo, LF saiu na cobertura e Anderson, inexplicavelmente, também saiu para abafar o chute. Rossi dominou, conseguiu virar em LF, cruzando para Patrick, sozinho sem marcação, cabecear. Inter 1-0. Anderson ficou tão mal batido no lance que ele chegou a sair do campo, enquanto tentava voltar para o gol. Sinceramente, um lance bizarro do goleiro tricolor. Mas também devemos destacar que a defesa do Bahia parou. O lance não foi tão rápido para não ter ninguém além de Tiago na área.

 Após o gol, o time tricolor buscou o empate, com 2 lances em que Gilberto cabeceou mal para fora, sem levar perigo para o time adversário e num chute de ZR10 que Lomba encaixou sem sustos. O time praticamente só atacou pelo lado esquerdo no primeiro tempo. Anderson ainda evitou o segundo gol do Inter, após penetração do lateral esquerdo colorado. Fim da primeira parte e 1-0 no placar para os visitantes.

 Na volta do intervalo, o time tricolor continuou encontrando dificuldades para furar o bloqueio colorado. Principalmente pela lentidão com que a bola circulava na defesa e meio do time. Faltaram mais viradas de bola, para pegar a defesa desarrumada.

 O Inter quase ampliou numa falta cobrada pela esquerda que cruzou toda a área e o jogador gaúcho cabeceou sem qualquer marcação. Anderson fez boa defesa.

 Com a entrada de Régis no lugar do apagado Edigar, o Esquadrão passou a ter mais qualidade com a bola, deixando de ser mais estático para ter maior poder de drible e lances diferentes na frente da área.

 Num dessas jogadas iniciadas por Régis, ZR10 serve a Léo, que chuta para uma boa defesa de Lomba. Depois, na melhor jogada do Bahia na partida, em outra tabela entre ZR10 e Régis, o camisa 20 cruzou na cabeça de Gilberto, que subiu sozinho e cabeceou para fora, tirando tinta da trave. Uma linda jogada de ataque do tricolor.

 Ainda teve tempo para, numa jogada “meio louca” de ZR10, onde ele foi driblando aos trancos e barrancos, a bola sobrar para Léo e ele isolar e num lance que ZR10 chutou cruzado e Gilberto se atirou para tentar desviar, sem perigo para o adversário. Fim do confronto. 1-0 Inter.

 É inegável que o time melhorou bastante. Que tem mais jogadas por dentro, mais imposição de jogo. Porém, contra adversários fechados, e teremos cada vez mais isso neste campeonato e na Sulamericana, é necessário pensar “fora da caixa”.

 Porque não testar Vinícius como 2º homem de meio, organizando mais o time, dando cadência e acelerando quando for necessário? Por que não utilizar Flávio, que tem melhor dinâmica de jogo e movimentação constante? Porque não 02 atacantes, com ligação direta para a chegada dos meias por dentro, empurrando a zaga adversária para dentro de sua área, tirando o conforto dos zagueiros, algo nítido ontem? Porque não chutes de fora da área, já que o Inter estava com 9 jogadores atrás da linha da bola? Porque não Régis de primeira, caindo pela direita e equilibrando as opções de ataque? Pra que jogar somente pelas laterais, notadamente a esquerda?

 Eu ontem senti falta de repertório nas jogadas do Bahia. Invariavelmente, o Bahia trabalhava bem a bola para tentar cruzar na área. Os passes finais não foram precisos e isso ficou claro com o número de finalizações. Tentamos 19 vezes, mas só com 02 no alvo.

 Sei que temos um elenco curto, que falta tempo para treinar, mas se o time quiser algo diferente do que brigar por fugir do rebaixamento neste ano, precisa criar alternativas de atuação no bom conjunto que foi trabalhado até o momento. O jogo de ontem pareceu um repeteco de muito jogos que tivemos em 2017, antes da chegada de Carpegiani, como o do Flu, que chegamos a cruzar mais de 40 bolas na área e fomos salvos por um chute de fora de João Paulo.

 O Bahia me fez sair da FN retado, com uma sensação idêntica à época da minha adolescência. Quando estava com a namorada, a gente ficava naquele “vai não vai” por um bom tempo, com a esperança de algo novo acontecer, mas no final ia para casa frustrado, com “dor de cabeça”. Graças a Deus essa fase da minha vida já passou e espero que a do Bahia também.

 Anderson – Nem suas 2 boas defesas diminuirão a péssima saída de bola que teve no gol. Seria até interessante uma explicação, tamanha a discrepância do movimento realizado.

 Bruno – Ficou muito isolado no primeiro tempo. Só jogou com a entrada de Régis e MA30. Não o teria tirado do jogo, pois tem qualidade para propor mais a partida que Gregore por aquele lado.

 Tiago – Muito boa partida do camisa 3. Jogou sério, com muita vontade e antecipação. Talvez tenha sido sua melhor partida no ano. Jogou por 2.

 LF – Ontem não foi bem. Muito inseguro, não transmitiu tranquilidade a defesa em momento algum. Vacilou no gol e em outros lances.

 Léo – Foi bem até determinada parte do jogo. Visivelmente cansado no fim da partida. O desequilíbrio do time na maior parte do jogo fez com que ele terminasse extenuado.

 Gregore – Foi bem, dentro das suas características. Marcou bem, porém no gol sofrido não estava atento ao lance, permitindo a infiltração de Patrick.

 Elton – Fez um bom primeiro tempo, caindo um pouco na segunda parte. Merece ser poupado em alguns momentos.

 Vinícius – Em jogos como o de ontem, precisa aparecer mais na área, finalizar mais a gol. Para jogar somente organizando o time, talvez seja melhor ser posicionado na mesma linha dos volantes ou se tornar um deles, a depender da circunstância do jogo.

 ZR10 – Jogou muito bem ontem. O melhor jogador do time. Lutou, criou, desarmou, sofreu faltas. Mesmo com marcação dupla, fez jogadas interessantes. Merecia um gol ou assistência na linda jogada que Gilberto não conseguiu finalizar.

 Edigar – Apagadíssimo. Mal conseguiu segurar a bola. Perdendo facilmente a pelota. Pareceu exausto. Só rende 100% e não parece no momento. Um descanso lhe fará bem.

 Gilberto – Não estava numa noite boa. Perdeu um gol de cabeça que ele sabe que não se perde. Acredito que tenha sido difícil para ele dormir nessa noite, pelas chances desperdiçadas.

 Régis – Sua entrada deu ao Bahia a imprevisibilidade necessária. Não pode ser reserva nesse time. Com ele em campo, o futebol de ZR10 cresce, pois a marcação não fica concentrada somente em um jogador. Pensa diferente, sabe jogar, tem coragem de arriscar um drible. É função do treinador mostrar a ele que pode jogar 90 minutos. Porque ele pode. E deve.

 Marco Antônio – Entrou melhor que na última partida. Tentou alguns lances, conseguiu alguns dribles. Mas ainda peca por não soltar a bola mais rápido. Pediu um pênalti inexistente, por querer carregar a bola em demasia.

 Claiton – Entrou e pouco produziu. Esperava que ele ficasse mais próximo à area.

 EM – Não gostei das substituições. Faltou coragem para mudar a forma do time jogar, principalmente faltando 10 minutos. Tudo bem que não temos tempo para treinar no momento, mas espero em breve ver uma evolução neste sentido.

 

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.