é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Djalma Gomes
Publicada em 26/07/2017 às 09h52

Bom senso, Jorginho!

Em sua posição, Régis é o melhor no Bahia. Quero entender como é que um treinador coloca o melhor jogador do seu time no banco. Indisciplina não é, já que vem sendo relacionado para os jogos. Nisso vou discordar do treinador do Bahia sempre! Régis só não é jogador titular para Jorginho, e aí eu tenho de dizer que alguma coisa está errada com esse treinador, porque só ele não enxerga o óbvio.

Onde a teimosia do técnico vai colocar a preferência dele, não sei -- o banco seria o lugar certo --, mas que Régis tem de jogar para bem do Bahia e felicidade geral da Nação Tricolor, é indiscutível. Acho que teimosias assim antipatizam a figura do treinador junto à torcida.

Paradoxalmente num paralelo à minha própria opinião sobre Jorginho, acredito que ele possa fazer um bom trabalho e defendo sua permanência para montar um time bom para este ano e o vindouro. Pode dar certo. Mas o cara precisa ser coerente para colocar em campo os melhores, e ele falha gritantemente nesse quesito.

Sem essa de que técnico de futebol não pode dar ouvido à torcida sob pena de perder autonomia e passar a ser um entregador de camisas. Isso é muito relativo. O "xis" da questão é porque nesse caso se trata de contrariar o óbvio ululante e fica mais parecido com coisa pessoal. Não consigo ver essa aberração de manter Régis como reserva de Vinícius de outra forma.

O time que ganhou a Copa Nordeste e mais as entradas de Rodrigão e Mendoza é o que o bom senso escalaria para o jogo de domingo próximo contra o Sport, observando-se, claro, as substituições forçadas. Espero que esse bom senso chame Jorginho à realidade dos fatos, porque esses são marcantes. Juninho, que voltou a jogar bem e ainda tem à seu favor o chute de longa distância e as bolas paradas, deve continuar. Tudo bem, Allione não está na plenitude da sua forma física e técnica, e aí ele pode mexer de alguma forma.

O que o torcedor gosta, Jorginho, é de decorar o seu time de coração, porque isso é vetor da confiança no seu próprio trabalho. Sem mais essa de falar que cada jogo requer um time diferente. Não. Time, seja ele qualquer, tem de ter entrosamento. É como uma orquestra onde nenhuma nota pode ser destoante.

CONSELHO TRICOLOR

A liberdade de expressão é um direito garantido pela Constituição ao cidadão brasileiro e tem de ser exercida em sua plenitude. Os hipócritas pregam da boca pra fora a democracia e no íntimo querem mesmo é acabar com ela no Bahia. A amordaça pretendida, visava o quê, afinal? Sócio tem de ser punido por expressar sentimentos críticos? Cada vez mais o "Sonho dos ratos", crônica de Rubem Alves, evidencia fatos.

Procurem ser criativos e gerar boas ideias, mas se isto for impossível pra vocês, por favor, não atrapalhem o clube com anti marketing do pior propósito. O momento é de aumentar o quadro de associados e não de dificultar essa adesão vital ao clube com atitudes antidemocráticas. Ainda bem que as más intenções foram superadas pelos conselheiros de boa vontade. Parabéns a estes representantes da autêntica democracia.

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.