é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Djalma Gomes
Publicada em 15/05/2017 às 17h27

As anomalias fazem parte do futebol

Uma decepção o público de estreia do Bahia na Fonte Nova. Mas isso é o efeito da causa, já que o Bahia não conseguiu ganhar o sofrível Campeonato Baiano. As anomalias fazem parte do futebol, afinal ele não é uma ciência exata e nem sempre funciona de forma lógica. A prova disso é que nem o mais otimista torcedor tricolor apostaria numa goleada sobre os paranaenses.
 
Não era um clube qualquer que o Bahia estava enfrentando, era o Atlético do Paraná e talvez por isso a torcida não tenha confiado numa estréia vitoriosa. Gato escaldado pela água quente da fria tem medo, havia perdido para o Paraná Clube, que hipoteticamente é inferior técnica e estruturalmente ao seu co-irmão. É preciso confiar mais no seu time, torcedor.
 
Ademais, o Bahia não deve ser avaliado por um campeonato que ele mesmo não deu prioridade, haja vista a alternância de times que Guto colocou em prática durante a disputa regional. A Copa do Brasil, Copa do Nordeste e o Brasileirão foram e continuam sendo as prioridades do Bahia neste ano. A primeira já foi e a segunda tá batendo na porta do Fazendão...
 
Aquele teste imposto por Guto Ferreira começará a colher seus dividendos nessas duas partidas decisivas pela Copa do Nordeste -- importantíssimo conquistá-la, será divisor de águas para a sequência do "Brasileirão" --, que na verdade se desenha favorável ao Bahia pela campanha realizada até aqui.
 
O Bahia está no mínimo com um bom conjunto, Guto conseguiu montar finalmente um time de futebol capaz. Andou vacilando no início e agora acertou o pé. Eu mesmo cheguei a duvidar da sua capacidade, agora não mais porque contra fatos e números não há argumentos.
 
Inegavelmente, os jogadores assimilaram a filosofia do seu treinador de tal forma que um centroavante genuíno não está fazendo falta. Pelo contrário, o time passou a jogar mais leve e envolvente, as peças flutuam maravilhosamente como num jogo de damas, onde qualquer indivíduo desse "tabuleiro" pode definir uma jogada em gol.
 
Agora, quando esse time pode contar com jogadores acima da média, como é o caso de Régis, Allione e Tiago, a coisa torna-se ainda mais fácil e tende a qualificar os demais. Creio, sinceramente, que esse grupo possa fazer com que o Bahia chegue ao final da jornada entre os dez melhores do Campeonato Brasileiro, o que não isenta a sua diretoria de contratar pelo menos uns quatro reforços com a mesma qualidade dos atuais titulares.
 
Só para citar um exemplo: Edson é titular absoluto, mas Juninho, seu substituto, tem até mais qualidade técnica e isto não deixa o time sofrer solução de continuidade. No meu modesto modo de ver futebol, o Bahia precisa de um goleiro, um meia que em caso de necessidade substitua Régis, um centroavante e um lateral direito, porque ali só tem o Eduardo.
 
Claro que a diretoria espera por Wellington Silva, que é um ótimo lateral direito, mas é jogador para metade da segunda etapa do Brasileiro em diante e a diretoria não pode pecar por omissão. 
 
Quanto à necessidade de um goleiro... Jean ainda não atingiu o ponto ideal da maturidade que o goleiro precisa ter, independente de idade. Não gosto de ver goleiro vibrando após fazer uma boa defesa e acho isso falta de frieza para lidar com a difícil posição. Veja se Buffon, Neuer e outros grandes goleiros fazem esse circo quando realizam "milagres"?
 
Estou muito à vontade para criticá-lo porque escrevi uma coluna dedicada a ele, Jean, dando todo o apoio possível quando tomou aquele frangaço pela Copa do Nordeste em plena Fonte Nova. Acho que "frango" faz parte da vida do goleiro e isso não tira seu mérito. Jean tem futuro, mas ainda tem comportamento de goleiro amador. Todo grande time começa por um grande goleiro. O Bahia, historicamente, sempre teve esse grande goleiro e o pai de Jean foi um deles.
Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.