é goleada tricolor na internet

veículo informativo independente sobre o esporte clube bahia

Coluna

Djalma Gomes
Publicada em 24/10/2017 às 19h11

A careta fica na cara de quem a faz

Preocupante alguns jogadores ainda não terem sido procurados pela direção do Bahia para iniciar conversas sobre renovação de contratos.

Se o presidente Marcelo Sant'Ana declarou não ser candidato no próximo pleito e está reticente devido ao fim do seu mandato, tá errado.

O presidente tricolor precisa resolver isso e passar o cargo ao seu sucessor de forma tal que o clube não sofra solução de continuidade.

O Bahia é maior que a política de bastidores, portanto, não é uma casa para desfile de vaidades e muito menos de vinganças.

É preciso, sim, resolver Régis, Renê Junior, Allione, Thiago e outros atletas que têm seus contratos terminando em dezembro e que interessam ao  clube.

Os que não aprovaram, que sejam dispensados no final do ano e nada fique pendente. Mas os citados atletas acima devem ser conversados já.

Nada de entregar terra arrasada ao sucessor. Seja ele quem quer que seja. O importante é respeitar os sócios que representam a torcida através do voto, a soberania do clube e a democracia, principalmente.

Desde que os clubes passaram a ter orçamentos milionários, se tornando um grande negócio gerido por executivos (...) remunerados, a corrida ao cargo de presidente virou, ao que parece, uma questão de batalha pela sobrevivência, e este é o meu receio.

Se o Bahia estivesse agora com 30 mil sócios em dia, não haveria o que temer. Como o voto não é obrigatório, muitos dos 15 mil sócios existentes deixam de votar e a democracia fica vulnerável, porque é mais fácil um possível controle dos grupos sobre um eleitorado pequeno, quantitativamente.

Para evitar coisas assim, todos os sócios devem ir às urnas e cumprir sua obrigação. Quanto mais votantes, menos possibilidades de manobras por parte dos grupos.

Vamos ver o que acontece nesse final de temporada alimentando a esperança de ver um Bahia forte e bem dirigido em 2018.

AMENIDADES

Tenho alguns amigos torcedores do rival que lotam a memória do meu celular com memes quando o Bahia perde. Claro, devolvo em moeda igual e justa quando o "mamão com açúcar" vem à mesa.

E o que seria esse "mamão com açúcar" que de repente tomou conta das redes sociais em forma de memes?

Jogavam Vitória e Sport... o eclético e espirituoso narrador Silvio Mendes, ao informar o placar, antes, recomendou um "trate bem o turista pra que ele volte sempre" e ato contínuo disparou: "mamão com açúcar, zero! Sport Club do Recife, dois!".

- Jamais ouvi alguma coisa tão retumbante a partir de um narrador. Até hoje ecoa... Está criado o meme "mamão com açúcar" mais prazeroso da torcida tricolor.

INJÚRIA RACIAL

O silêncio nessa altura da evolução humana é a melhor resposta que se pode dar às pessoas involuídas. Foi o que Renê fez ao desistir de levar o caso adiante. A careta fica na cara de quem a faz, meu caro Renê Junior.

Outras colunas
comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ecbahia.com. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral, os bons costumes ou direitos de terceiros. O ecbahia.com poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.